COOPERATIVISMO CONTRA A CRISE

Ver todas as notícias

Publicações

Artigos

EBOOK



DESTAQUES DA REVISTA

NOTÍCIAS DO SISTEMA

PUBLICIDADE

Olhar MundoCoop

A organização não-governamental Revolusolar está criando a primeira cooperativa de energia solar distribuída na favela da Babilônia, no Rio de Janeiro. Além de ajudar na retomada após a pandemia da Covid-19 através da transição energética, a ação traz benefícios ambientais, sociais e econômicos à comunidade com capacitação profissional e criação de empregos. De acordo com a instituição, o projeto pode ser replicado em outras regiões. Trinta famílias participarão do projeto-piloto. Serão instaladas placas fotovoltaicas e a previsão é trazer uma economia de R$ 34 mil ao ano para os participantes, o que representará entre 50% a 60% da redução das contas de energia por residência. Segundo o diretor executivo da Revolusolar, Eduardo Avila, o objetivo é atender mais famílias mesmo que cada uma tivesse uma redução menor, no geral, a economia pode ser de até 95%. O projeto levou Ávila a se tornar um dos finalistas da América Latina e Caribe do prêmio Young Champions on Earth (Jovens Campeões da Terra), concedido pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). A competição global, que teve mais de 845 inscritos, busca identificar, apoiar e estimular jovens empreendedores com idade entre 18 e 30 anos por iniciativas para enfrentar a crise climática.



Publicidade