Cooperativa inaugura viveiro de mudas e indústria de suco para ampliar mercado

Publicado em: 30 novembro - 2019

Leia todas


A Cooperativa Agroindustrial de Produtores de Corumbataí do Sul (Coaprocor) inaugurou, na tarde da última sexta-feira (22/11), em Corumbataí do Sul (PR), um viveiro com capacidade para até 530 mil mudas frutíferas e uma indústria de suco de uva com capacidade de produzir até seis mil litros/dia. Com os investimentos, a Coaprocor busca ampliar a sua produção alcançando novos mercados, gerando mais renda aos associados e empregos no município. O valor total dos dois investimentos é de cerca de R$ 952 mil. A solenidade de inauguração contou com a presença de autoridades municipais, estaduais e federais. O Sistema Ocepar foi representado pelos analistas do Sescoop/PR, Cristina Moreira e Emerson Barcik.

O viveiro de produção de mudas frutíferas foi implantado em parceria entre a cooperativa, Governo do Estado e prefeitura da cidade. Para o investimento foram repassados à Coaprocor via governo estadual, a quantia de R$ 420 mil do Programa de Desenvolvimento Econômico e Territorial – Renda e Cidadania no Campo – (Prorural). Em contrapartida, a prefeitura cedeu o terreno para construção, uma casa para moradia e serviço de maquinário para terraplanagem no valor de R$ 100 mil, além de R$ 20 mil em contrapartida da cooperativa. Já para a construção da Fábrica de suco de uva, são R$ 320 mil do Prorural e mais R$ 100 mil de contrapartida da Coaprocor.

O presidente da cooperativa, Olavo Aparecido Luciano, informou que além de extrair o suco da fruta, a fábrica é estruturada também para fazer o engarrafamento da bebida. “É um momento muito importante para a cooperativa porque estamos ampliando nossa cadeia produtiva”, falou, ao observar que a Coaprocor faz também a comercialização de polpas de frutas e da fruta in natura. “É um passo importante para alcançarmos o mercado e absorver a produção dos cooperados”, ressaltou.

O viveiro tem uma estrutura com dimensões de 20m x 100m, totalizando 2000m², para a produção de mudas de morango, maracujá, abacaxi, goiaba, acerola, uva e amora preta. O investimento irá beneficiar os mais de 670 produtores associados da cooperativa, que abrange Corumbataí do Sul e toda Comcam (Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão), além de cidades das regiões do Vale do Ivaí e Paraná Centro. De acordo com o gerente administrativo da Coaprocor, Carlos Alves de Souza, 80% das mudas produzidas no viveiro serão de maracujá.

“O viveiro vai atender todos os nossos cooperados”, ressaltou ao comentar que o investimento faz parte do projeto de estruturação de fruticultura na região de abrangência da Coaprocor. Hoje, segundo ele, as mudas de frutas são oferecidas aos produtores pelos próprios municípios onde há a produção. “Com nosso viveiro vamos conseguir melhorar a tecnologia envolvida na produção e oferecer mais disponibilidade de frutas ao produtor, incentivando a produção e, também, a diversificação”, disse.

Conforme Souza, o viveiro vai fomentar a cadeia produtiva do maracujá e outras frutas em toda a região. Atuando há 10 anos no mercado, a Coaprocor, já tem seu trabalho reconhecido no mercado. Seu carro chefe é o maracujá, a empresa comercializa a fruta in natura e também a polpa. As sementes são vendidas para a empresa Natura, para fabricação de cosméticos. Parte da produção é também entregue às escolas da região através de programas do Governo do Estado e uma grande quantidade é comercializada em todo o Paraná e outros estados, como São Paulo, por exemplo.

Com mais de 670 cooperados, a cooperativa é atuante nos 25 municípios da Comcam; cidades do Vale do Ivaí e Paraná Centro, Prudentópolis, entre outras regiões. “A Coaprocor tem uma importância social e econômica muito grande nos municípios ondem atua”, falou o presidente da cooperativa. Ele comentou que a Coaprocor é uma sequência a Aprocor (Associação dos Produtores de Corumbataí do Sul) e que as duas atuam em conjunto. O prefeito de Corumbataí do Sul, Carlos Rosa Alves (PSD), destacou que o município foi parceiro nos dois projetos, reconhecendo a importância da cooperativa para a cidade. Ele frisou que os investimentos irão gerar mais renda e emprego à população, aumentando a capacidade de produção da Coaprocor para alcançar novos mercados. “Este viveiro será de suma importância aos nossos produtores que trabalham com fruticultura que poderão adquirir mudas de qualidade e procedência. Já a fábrica de suco de uva é mais um passo importante para a cooperativa que está ampliando a sua oferta de produtos. Só temos a agradecer a todos que acreditaram neste projeto”, falou o gestor.


Fonte: Imprensa Sistema Ocepar



Publicidade