Cooperativismo abre caminhos a novos negócios em Vera Cruz

Publicado em: 09 julho - 2019

Leia todas


Todos os benefícios da organização cooperativa estiveram em evidência durante seminário

O cooperativismo é uma ferramenta que pode inserir o produtor rural nos grandes mercados. Hoje em dia, o agricultor sozinho dificilmente consegue ter acesso a esse nicho, já que possui pouca produção e os compradores pedem demandas em grande quantidade. “Ao se organizarem em forma de cooperativa, as famílias rurais conseguem acessar os mercados de forma organizada, compartilhando logística e outros benefícios”, explica o coordenador da Unidade de Cooperativismo da Emater/RS-Ascar de Santa Cruz do Sul, Anderson Junqueira.

Todas as possibilidades e vantagens do cooperativismo estiveram em destaque na terceira edição do Seminário Regional de Cooperativismo da Agricultura Familiar, realizada no Clube Cultural Esportivo Juventude de Linha Henrique D’Avila, no interior de Vera Cruz. A programação, alusiva ao Dia Internacional do Cooperativismo, celebrado neste sábado, teve como objetivo oportunizar a troca de conhecimento entre as cooperativas, associados e entidades, bem como valorizar a agricultura familiar e fortalecer as organizações do setor produtivo.

Anderson Junqueira explica que, para quem busca informações sobre esse tipo de organização, atualmente é possível contar com o suporte local gratuito por meio da extensão rural. A Unidade de Cooperativismo fica junto ao escritório municipal da Emater/RS-Ascar e conta com uma equipe multiprofissional para oferecer suporte. “Até então a Emater fazia apenas atendimento direto ao produtor, mas agora atendemos também pessoa jurídica”, ressalta Junqueira. O serviço é voltado para cooperativas, associações e outras organizações rurais.

União garante mais mercados e logística

O agricultor Irineo Schmit Lopes, de 59 anos, orgulha-se de sempre ter produzido alimentos na propriedade situada em Passo da Magueira, no interior de Passo do Sobrado. Os negócios da família ganharam novo impulso com a criação da Cooperativa Agrícola de Passo do Sobrado e Vale Verde (Coopasvale), em 2015. “Sou sócio da entidade desde a fundação”, revela. Através da organização cooperativa, o produtor entrega suas hortaliças para a merenda escolar e supermercados.

“A Coopasvale ampliou nossos negócios e facilitou a questão da logística”, conta Lopes, que conduz a produção ao lado da esposa Elaine Teresinha Lopes. A entidade conta com 50 associados dos dois municípios. Nessa quinta, os membros da cooperativa expuseram seus produtos durante o  Seminário Regional de Cooperativismo da Agricultura Familiar, que esteve baseado no princípio da intercooperação e na troca de experiências entre as cooperativas da agricultura familiar regionais e seus associados.

Programa de Extensão

As Unidades de Cooperativismo da Emater/RS-Ascar executam ações de acompanhamento às cooperativas da agricultura familiar, através do Programa de Extensão Cooperativa, um convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo. Para desenvolver essas atividades, equipes multidisciplinares atuam em sete regiões do Rio Grande do Sul. O objetivo é assessorar as cooperativas, auxiliando nas áreas de gestão, organização social, produção e acesso a mercados.

Para tanto, as UCPs acompanham a gestão dessas cooperativas nas áreas administrativa e contábil, com orientações para acesso a mercados institucionais e privados. Também ajudam na manutenção da coesão dos associados pelos processos de educação cooperativa. Além de Santa Cruz do Sul, existem unidades multidisciplinares localizadas nos municípios de Erechim, Frederico Westphalen, Ijuí, Pelotas, Porto Alegre e Pelotas, que atendem cooperativas de todo o Estado.


Fonte: Portal GAZ com adaptação da MundoCoop



Publicidade