Bullying e Síndrome do Pânico: novas assistências do seguro escolar do Grupo BB e Mapfre


CREDICOOP


Para ampliar a oferta de soluções do seguro educacional, que se popularizou nos últimos anos em razão do aumento da inadimplência atrelada à situação econômica do país, o Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre sofisticou os produtos Mapfre Proteção Educacional Multiflex e Mapfre Proteção Escolar Multiflex incluindo novos serviços.

A solução passa a oferecer orientação nutricional e médica a alunos, nos casos de Bullying e Síndrome do Pânico, além de reposição de aulas perdidas ou reforço com professor particular. Alunos segurados também passam a ter descontos em toda a rede de empresas parceiras para a compra de medicamentos.

Já para as escolas, as novidades ficam por conta dos novos serviços de assistência (reparos) em eletrodomésticos, eletrônicos, telefonia, bebedouros e telhados, e da indicação de diversos profissionais, como limpeza, vidraçaria e vigilância, entre outros.

“O objetivo foi tornar o produto ainda mais completo, uma vez os serviços de assistência estão sendo, cada vez mais, um diferencial na oferta dos seguros”, declara Enrique de la Torre, diretor geral de Vida do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre.

Os seguros educacionais do Grupopossuem duas modalidades: o proteção educacional, que quita as mensalidades conforme o período contratado (no caso de desemprego, o seguro prevê o pagamento de até 6 mensalidades) e o proteção escolar, que protege os alunos e funcionários da Instituição em caso de acidente dentro e fora da escola, além de agregar serviços específicos de recolocação profissional ao responsável financeiro pelo aluno, em caso de desemprego e auxílio e assistência funeral à família, em caso de morte do aluno.

O Mapfre Proteção Educacional Multiflex é um dos seguros mais completos do mercado e tem por objetivo principal oferecer proteção aos alunos, pais e às instituições de ensino. Para quem o contrata, o seguro tem como objetivo quitar as mensalidades escolares conforme o período contratado, caso ocorra alguma eventualidade ao responsável financeiro pelo aluno (desemprego, morte ou invalidez). Para a escola que o contrata, o seguro também é uma maneira de reter o aluno, e funciona como uma alternativa à redução da inadimplência, uma vez que o desemprego é o principal motivo da evasão. Com preço médio de 1% a 3% do valor da mensalidade escolar, este seguro pode ser contratado tanto para a série atual cursada pelo aluno quanto para todo o ciclo escolar (ensinos Fundamental I, II, Médio e Superior).

“Havendo morte, invalidez ou acidente sofrido pelo responsável financeiro do aluno, o seguro cobre despesas de matrícula, material escolar, uniforme, repetência, formatura e pré-vestibular.  Já a instituição tem a proteção da cobertura de Responsabilidade Civil, que cobre danos a veículos, despesas médico-hospitalares para alunos, funcionários, professores, prestadores de serviços e estagiários, assim como danos morais e despesas judiciais”, explica Karina Massimoto, superintendente executiva de produtos de Vida Individuais e Coletivos do Grupo.

Enquanto o seguro de acidentes Mapfre Proteção Escolar Multiflex, também garante reposições de conteúdos perdidos por faltas relacionadas a afastamentos médicos e apoio psicológico.

A companhia tem especial interesse e dedicação no setor de educação, onde atua há mais de 10 anos e planeja um importante crescimento para o setor para os próximos anos. É reconhecida por parte de centenas de instituições de ensino e possui mais de 1 milhão de segurados. Pelo quinto ano consecutivo, recebeu o prêmio TOP Educação, como demonstração desse reconhecimento.

“O seguro educacional é hoje, portanto, um importante instrumento de proteção, sobretudo para a classe média que dedica uma parcela importante de seus rendimentos para custear o estudo dos filhos. Por meio do seguro educacional, o GRUPO cumpre também um importante papel social”, explica De La Torre.



Publicidade