Cooperativas mineiras economizam mais de R$ 700 mil


Destaque


 Sugestão do Sistema OCB, apoiado pela própria Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) , apenas em Minas Gerais, proporcionou economia de  R$709 mil para cooperativas dos ramos Transportes e Agropecuário, segundo compilação apresentada pela Ocemg, em 23 de agosto, durante reunião com as cooperativas do ramo Transporte.

As ações desenvolvidas foram referentes ao recadastramento exigido pela resolução de número 4799/15, que solicitava o recadastramento dos veículos de carga. Para contribuir com as cooperativas, a Ocemg, durante o ano passado, realizou o trâmite de forma gratuita para suas associadas mediante o envio dos documentos.

Segundo o assistente administrativo da gerência de Desenvolvimento e Monitoramento de Cooperativas do Sistema Ocemg César Lazzarini, para descobrir quanto foi economizado pelas cooperativas, foi levado em conta o valor médio que os despachantes cobram para fazer o trâmite: R$161,67. Sendo um total de 50 cooperativas de Transporte, com 4.099 veículos, e cinco do ramo Agropecuário, com 296 carros, chegou-se ao total de mais de R$ 700 mil, uma média de economia diária de R$ 985.

“O trabalho foi organizado ao longo de 2016 somente para frotas de automóveis utilizando como base o final do número de cada placa”, explica Lazzarini. Feito o cadastro no sistema da ANTT, eram enviados os adesivos para serem colados no veículo.

Para o final deste ano e ao longo de 2018 haverá um novo desafio, o de cadastrar esses mesmos veículos junto à ANTT para que recebam um novo dispositivo – chamado de TAG. Trata-se de um chip que emite sinais de radiofrequência, disponibilizando toda a situação do veículo no sistema da agência.



Publicidade