Cooperativismo e ONU oficializam parceira

Publicado em: 10 julho - 2018

Leia todas


Para comemorar o Dia Internacional do Cooperativismo, no último dia 7 de julho, a OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), o Sescoop (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo) e o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), da ONU (Organização das Nações Unidas) firmaram um o memorando de entendimento, que trará benefícios futuros para o cooperativismo nacional.

A partir de agora, todas as ações de responsabilidade social desenvolvidas pelas cooperativas estarão ainda mais alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela ONU, visando a erradicação da pobreza extrema no mundo até 2030. O memorando de entendimento também permitirá o desenvolvimento de iniciativas ainda mais abrangentes e com amplo impacto social.

De acordo com Renato Nobile, superintendente do Sistema OCB, assinar um documento como esse é uma excelente oportunidade, já que as cooperativas brasileiras passam a contar, oficialmente, com a parceria do PNUD na realização de suas iniciativas de responsabilidade social, especialmente aquelas que dizem respeito ao ODS número 12, que trata do consumo e produção responsável (saiba mais). “Este acordo funcionará como um documento guarda-chuvas para futuras ações de cooperação entre os sistemas ONU e OCB. As atividades previstas envolvem capacitações para dirigentes cooperativistas, produção de material informativo e parcerias para eventos nacionais e internacionais”, celebra Nobile.

Para o coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil, Niky Fabiancic, o cooperativismo é considerado pela instituição uma ferramenta essencial para construir uma sociedade mais justa e sustentável. “Onde uma cooperativa se instala, ali são disseminados os valores desse modelo de negócio e, o resultado disso é o fortalecimento dos direitos humanos em todos os níveis.”1



Publicidade