GDA em foco nas cooperativas de Petrolina/PE

Publicado em: 09 Fevereiro - 2018

Leia todas


GDA em foco nas cooperativas de Petrolina (Foto: Divulgação)

Cooperativas do ramo agro da cidade de Petrolina, no Sertão pernambucano, receberam a visita de representantes do Sescoop/PE e da Unidade Nacional. Em pauta, estava o diagnóstico da área contábil, fiscal e financeira para incluir as instituições no Programa de Desenvolvimento Econômico-Financeiro (GDA). O trabalho conta com o apoio do gerente de desenvolvimento das cooperativas do Sescoop/PE, Helton Aquilles, da analista do Sescoop nacional, Neiva Birck, e da assessoria do consultor em contabilidade e auditoria cooperativa, Dorly Dickel.

O programa é um sistema de informações, todo operado através da internet, onde dados de movimentações financeiras são armazenados, possibilitando a amostragem de diversos indicadores. O principal objetivo do sistema é de viabilizar aos responsáveis pela cooperativa informações geradas de forma dinâmica e precisa. Fato que possibilitará o melhor controle dos indicadores da instituição e uma análise com acompanhamento dos resultados em tempo real, sendo a transparência dos resultados um grande aliado. Além da parte econômica, o GDA auxilia na profissionalização da gestão e governança do sistema cooperativo.

O trabalho desenvolvido pelo Sescoop/PE corresponde ao planejamento descrito na matriz de atividades, onde pontua como missão a promoção da cultura cooperativista e o aperfeiçoamento da gestão para o desenvolvimento das cooperativas no Brasil. Pernambuco conta com duas cooperativas interessadas na inserção do GDA, a Coana e a Coopexvale, cooperativas que trabalham com a produção de uvas, na cidade de Petrolina.

A visita de Dorly até a cidade foi um trabalho em conjunto da unidade estadual e nacional, que conhecem o cooperativismo de Petrolina e percebem o grande potencial de crescimento na região do São Francisco. Na visão do consultor, mesmo sendo uma única empresa a responsável pela contabilidade das duas cooperativas, existem métodos diferentes de gerar informações e que necessitam de uma padronização.

“Essa reunião serviu para conhecer o trabalho do cooperativismo na região e arquitetar um plano de melhoria. Aqui, conseguimos ver que existem tarefas a serem harmonizadas, precisamos fazer um alinhamento de normas e, assim, neutralizar qualquer ação a mais de risco tributário. Com as medidas que estamos planejando, o cooperativismo de Petrolina terá cada vez mais controle para fazer uma boa gestão”, comentou o consultor.

Ainda de acordo com Dickel, por fazer esse trabalho com o foco no GDA, as cooperativas de Petrolina se destacam em nível nacional, por estarem preocupadas com a vida organizacional do empreendimento. “Uma cooperativa com contabilidade forte tem uma economia forte. Se proteger com dados precisos e ter transparência na prestação de contas é uma grande condição para estar cada vez mais organizado e atender as exigências do Fisco. Esse trabalho é trivial para garantir uma longa vida útil e trazer os cooperados para mais perto da própria cooperativa”, contou.

O diagnóstico é encarado como uma nova fase de aprendizagem para deixar os processos internos mais fortes dentro da cooperativa. Pelo menos foi o que assegurou a gerente administrativa de finanças da Coana, Talita dos Santos. “Se queremos trabalhar com o GDA devemos estar preparados. É uma ferramenta de suma importância, onde poderemos analisar indicadores e ver a real situação da saúde econômica da nossa cooperativa. Ela trará um novo método de olhar o trabalho. Agradecemos ao Sescoop/PE por esse apoio, que nos prepara para o futuro” analisou a gerente.

 

MAIS NOTÍCIAS

Cooperativas são reconhecidas no Prêmio IASC 2017
ACI lança tema e abre votação para escolha de slogan para o tema do Dia Internacional
Abertas inscrições para edição 2018 do Dia de Cooperar (Dia C)



Publicidade