Novo ministro da Saúde exalta cooperativismo em cerimônia de transmissão de cargo

Publicado em: 09 janeiro - 2019

Leia todas


Em seu discurso como novo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta ressaltou a importância do cooperativismo e reverenciou o Sistema OCB. Mandetta já foi presidente da Unimed Campo Grande. A fala foi feita durante a cerimônia de transmissão de cargo, realizada em Brasília, em 2 de janeiro.

“Um belo dia, um grupo de médicos resolveu fazer uma chapa, somente para sermos oposição aos que estavam no comando da Unimed, que era a nossa cooperativa de trabalho médico. E aconteceu que, em 1.300 e poucos votos, fui eleito. Me tornei presidente da Unimed de Campo Grande, ali conheci a força do cooperativismo. E vai aqui o meu respeito à OCB, a todos aqueles que militam no cooperativismo como forma de realização não do eu, não do você, mas do nosso. Após o trabalho na Unimed, com grandes realizações (…), inúmeros frutos e um convite para assumir a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande.”

Nascido em Campo Grande (MS), Luiz Henrique Mandetta tem 54 anos e é médico formado pela Universidade Gama Filho, com especialização em Ortopedia pelo Serviço de Ortopedia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e subespecialização em Ortopedia Infantil pelo Scottish Rite Hospital for Children, em Atlanta. É também especialista em Gestão de Serviços e Sistemas de Saúde, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Trabalhou como médico em hospitais militares e na Santa Casa. Presidiu a Unimed de Campo Grande, entre 2001 e 2004, e, ao encerrar sua gestão, assumiu a Secretaria de Saúde de Campo Grande, onde ficou de 2005 a 2010. Foi eleito deputado federal em 2010 e reeleito em 2014. Não disputou as últimas eleições.


Fonte: Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo (Ocesp)



Publicidade