Afinal, o que é um negócio sustentável?

Publicado em: 03 setembro - 2019

Leia todas


Falar de sustentabilidade está cada vez mais comum na sociedade atual, porém, em meio a discussões, uma questão dificilmente é esclarecida contemplando seu real significado: o que é ser sustentável?

Pensando em toda amplitude da sustentabilidade, a MundoCoop conversou com Sócio Gerente na Hecta – Desenvolvimento Empresarial nos Agronegócios, José Carlos Pedreira de Freitas, a respeito da inserção desse conceito no mundo dos negócios e como a concepção do que é ser sustentável precisa se alinhar com a ideia de mercado lucrativo.

Confira!

Como definir o que é a sustentabilidade? 

O conceito de sustentabilidade, em suas dimensões ecológica (qualidade ambiental), social (equidade) e econômica (rentabilidade), interconectados, passam a representar um importante instrumento de redução de riscos e de certificação da capacidade de agregar valor a longo prazo.

O que caracteriza um negócio sustentável?

Tem que ser para sempre e tem que ser para todos. É preciso se questionar: eu posso continuar fazendo isso que eu estou fazendo nos próximos 30, 40, 50 ou 100 anos? É preciso analisar se é para todos, no sentido de que todos se beneficiam disso ou se é um negócio que eu me aproprio sozinho. Se não é para sempre e não é para todos, então não é sustentável.

Qual a relação da sustentabilidade com o mercado?

A relação já está se alinhando. Empresas que incorporam em sua narrativa a questão de sustentabilidade e a dimensão social, que só é possível com o pequeno produtor, por exemplo, enxergam isso como o meio de ganhar reputação e gerar lucro. Se a sustentabilidade não está inserida na estratégia de negócio, não está no produto. Se não está no produto, não gera vantagem competitiva e, assim, não gera valor.

O que precisa para as cooperativas entrarem no mercado sustentável?

Se estamos olhando a dimensão ambiental e trazemos a dimensão social, o que acontece com as cooperativas? É uma sociedade de pessoas, não é uma sociedade de capital. Se é uma sociedade de pessoas, ela já nasce com a dimensão social. Na dimensão econômica, tem alguma cooperativa que trabalha o benchmarking, por exemplo? É necessário mostrar que a sustentabilidade precisa estar inserida na estratégia de negócio e ver esse conceito como um atributo tangível. As cooperativas precisam se atentar a isso, pois já possuem a sustentabilidade em seu DNA.


Redação MundoCoop



Publicidade