Desenvolve SP reúne empresas para alavancar projetos

Publicado em: 08 fevereiro - 2018

Leia todas


Pesquisa anual da Desenvolve SP mostra que para 24% das pequenas e médias empresas paulistas a principal dificuldade encontrada para investir em inovação é obter linhas de crédito (Foto: Divulgação/Desenvolve SP)

Pesquisa anual da Desenvolve SP mostra que para 24% das pequenas e médias empresas paulistas a principal dificuldade encontrada para investir em inovação é obter linhas de crédito. Para mapear os entraves e dar o suporte necessário para que projetos inovadores saiam do papel, a instituição reuniu nesta terça-feira, 6/2, em sua sede, empreendedores que encaminharam pedidos de financiamento, mas não deram continuidade ao processo. Além dos empresários, participaram do encontro representantes da Financiadora de Estudos e Pesquisas (Finep) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

“Esta é mais uma iniciativa da Desenvolve SP ligada ao Movimento pela Inovação, que leva conteúdo e atendimento a empresários em busca de recursos para inovar em seus negócios. Nosso objetivo, após identificar projetos de alto potencial que por algum motivo não seguiram adiante, é ajudar as empresas paulistas a repensarem a inovação de seus processos e produtos e a encontrar a melhor solução financeira para colocar em prática ideias que gerem desenvolvimento e riqueza para a sociedade”, diz Eduardo Saggiorato superintendente de negócios da Desenvolve SP.

O empresário Junior Ribeiro, da Aplud Serviços de Contact Center, conta que um dos principais problemas encontrados para tocar o seu projeto de inovação é a falta de garantias. “Não ter garantias reais para apresentar é uma grande barreira na hora de buscar crédito para investir”. Dificuldades no preenchimento de planilhas financeiras não ficam de fora dos apontamentos. “Às vezes é preciso uma melhor orientação técnica por parte das instituições”, avalia Allan Pires, da PA Lationamericana.

Na ocasião, Saggiorato explicou que a Desenvolve SP já oferece a possibilidade de contratação de Fundos de Garantidores. “Se uma empresa não tem acesso ao crédito por falta de garantias, com os fundos garantidores ela passa a ter. No entanto, muitos ainda desconhecem essa opção, que permite cobrir até 100% dos financiamentos para inovação”, diz.

Para Marco Francisco Almeida, superintendente da Finep, todos ganham com a troca de experiências nesses encontros. “O que estamos fazendo é inovador. Não estamos parados esperando os melhores projetos e, sim, indo até os empresários para conhecer suas necessidades e discutir as melhores soluções para que possam transformar suas ideias em realidade”, analisa.

O Movimento pela Inovação

Transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso é a missão do Movimento pela Inovação. Criado pela Desenvolve SP em 2015 para incentivar o investimento em inovação no Estado de São Paulo, a iniciativa cresceu e vem ganhando cada vez mais notoriedade entre os empresários e empreendedores paulistas.

Em três anos mais de 1.600 empreendedores estiveram presentes nos 24 eventos e puderam participar de palestras e debates, além de apresentar projetos inovadores e receber desde orientação a aportes de recursos para colocá-los em prática. São parceiras do Movimento pela Inovação importantes instituições, como Finep, IEL, FAPESP, IPT, Embrapii, Sebrae-SP, Centro Paula Souza e BNDES.

 

MAIS NOTÍCIAS

Para especialistas, Bitcoin pode quebrar milhares de investidores brasileiros
Apenas 29% das empresas brasileiras conhecem a IIoT, de acordo com ABII
APEX-Brasil e PPI assinam parceria para potencializar atração de investimentos para o País



Publicidade