Em oito meses, superávit comercial já é maior que de todo o ano passado


Especial


O superávit da balança comercial brasileira dos primeiros oito meses do ano foi de US$ 48,1 bilhões, valor que já ultrapassa o total alcançado em todo o ano passado, US$ 47,7 bilhões. Trata-se de recorde da série histórica,  iniciada em 1989. O valor é 48,6% maior que o alcançado de janeiro a agosto de 2016 (US$ 32,3 bilhões), segundo números divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O resultado de janeiro a agosto é fruto de exportações de US$ 145,9 bilhões e importações de US$ 97,837 bilhões. O diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação, Herlon Brandão, destacou o crescimento de 18,1% das exportações e de 7,3% das importações.

Nos oito primeiros meses do ano, os maiores crescimentos das exportações foram óleos brutos de petróleo (101,6%), minério de ferro e seus concentrados (62,1%), soja (19,7%), automóveis de passageiros (53,1%) e açúcar em bruto (22,8%). Do lado das importações, os maiores crescimentos no período foram óleos combustíveis (+88,5), hulhas (+119,6%), circuitos integrados (+48%), naftas (38,2%), gasolina (+107%) e etanol (+276,1%).

O mês de agosto também foi o melhor da série histórica com superávit de US$ 5,599 bilhões e crescimento de 35,3% em relação ao mesmo mês do ano passado (US$ 4,138 bilhões). No período, a exportação alcançou cifra de US$ 19,475 bilhões e as importações totalizaram US$ 13,8 bilhões. Os destaques do mês foram o crescimento de 48,6% das exportações de carne bovina in natura e o aumento de 6,6% da importação de bens de capital, que são insumos para a indústria.



Publicidade