Projeto de educação do Sicredi chega ao Haiti

Publicado em: 06 novembro - 2019

Leia todas


Os colaboradores voluntários apresentaram a metodologia do Programa A União Faz a Vida para os religiosos, professores e funcionários da escola Institution Sacré Coeur de Jésus, em Porto Príncipe. Créditos: divulgação/ Beto Frost 

Principal iniciativa de responsabilidade social da instituição, o Programa A União Faz a Vida rompe barreiras beneficiando mais de 270 crianças em Porto Príncipe

Demonstrar uma forma diferente de ensinar e aprender, baseada nos conceitos de cooperação e cidadania. Essa é a motivação do Sicredi que, durante o mês de setembro, esteve no Haiti em uma missão especial para promover a educação integral no País. Os colaboradores embarcaram rumo à capital Porto Príncipe levando na bagagem a metodologia do Programa A União Faz a Vida (PUFV), principal iniciativa de responsabilidade social do Sicredi, primeira instituição financeira cooperativa do Brasil. O programa, que no ano passado, impactou mais de 284 mil crianças e adolescentes em todo o território brasileiro realizou sua primeira incursão fora do país pela iniciativa da Sicredi Centro Oeste Paulista, com apoio da Central Sicredi PR/SP/RJ e da Fundação Sicredi. 

Na missão no Haiti os colaboradores apresentaram a metodologia do Programa para os religiosos, professores e funcionários da escola Institution Sacré Coeur de Jésus, em Porto Príncipe. A instituição, ligada à Sagrado Rede de Educação, oferece ensino de excelência e refeições diárias para mais de 270 crianças que vivem em condições de vulnerabilidade social na capital do Haiti. “Mostramos como funciona o programa de formação de professores dentro da metodologia que desenvolvemos. Entendemos que por meio da educação podemos transformar a vida das pessoas e esperamos que essa iniciativa traga bons frutos”, comenta a assessora pedagógica do Programa A União Faz a Vida, Sabrina Conde.

A iniciativa possui um longo histórico de atuação e bons resultados no Brasil. O Programa A União faz a Vida iniciou suas atividades em 1995, no município de Santo Cristo, interior do Rio Grande do Sul, e atualmente é realizado em mais 1,9 mil escolas em mais de 360 municípios de todo o Brasil. Com uma metodologia própria, o programa propõe uma aprendizagem participativa tendo o diálogo como premissa básica. O sucesso do projeto está aliado ao engajamento de vários atores da rede de compromisso. Além do Sicredi, gestor do programa, são protagonistas nesta iniciativa: educadores, assessoria pedagógica, parceiros, apoiadores, gestores das escolas, todos juntos buscando fazer a diferença na vida de crianças e adolescentes por meio da educação.

A vivência da metodologia com os alunos inicia com as expedições investigativas, que são o ponto de partida para a definição dos temas dos projetos cooperativos. Os educadores formulam questões que orientam a visita ao território da investigação e os estudantes vão para a comunidade para observar, experimentar e descobrir o ambiente a sua volta. Após a expedição, os alunos definem democraticamente o projeto a ser realizado, escolhendo o tema sobre o qual querem conhecer mais. 

Intercâmbio com o Haiti 

Consolidado no Brasil, o PUFV extrapolou fronteiras e chegou ao Haiti por meio do trabalho desenvolvido por uma das cooperativas filiada à Central Sicredi PR/SP/RJ, que compõem o Sicredi. Atuando no interior de São Paulo, a Sicredi Centro Oeste Paulista já desenvolve ações do Programa A União Faz a Vida nos municípios de Dracena e Pompeia, com o envolvimento de escolas participantes. Em Bauru,Marília e Adamantina, também no interior paulista, o programa deverá ser implementado em 2020, mas a atuação da cooperativa no ambiente escolar, com oficinas de educação financeira e peças teatrais chamaram a atenção das religiosas  e gestoras executivas que mantêm a Sagrado Rede de Educação – instituição educacional que desenvolve o projeto no Haiti. 

Com a proximidade de intenções pela educação de qualidade, surgiu a parceria e a possibilidade de levar para a instituição de Porto Príncipe um novo olhar sobre educação. “Soubemos que no Haiti a percepção de educação era muito diferente do que estávamos acostumados, mas sabemos que o ensino de qualidade é a chave para o desenvolvimento das comunidades. Acreditamos nisso e estamos muito felizes por levarmos nossa experiência a um País ainda mais carente que o Brasil”, explica o presidente da Sicredi Centro Oeste Paulista, Dr. João Alberto Salvi.

O projeto, que tem a colaboração como inspiração, contou com doações que possibilitaram o envio de 270 uniformes esportivos para as crianças da instituição. Os integrantes da missão brasileira foram como voluntários e levaram  todo material de apoio ao projeto, como livros traduzidos para o francês, língua falada no país caribenho. “Exercer o voluntariado é uma forma de se tornar próximo aos outros e representa muito o espírito de equipe do Sicredi. Levar uma metodologia educacional a um país em reconstrução foi uma maneira de reafirmarmos nosso compromisso com a comunidade, mesmo que se tenha que extrapolar fronteiras, já que o Programa “A União Faz a Vida” possui números e histórico suficiente para exportar conhecimento”, finaliza o assessor de Desenvolvimento do Cooperativismo da Sicredi Centro Oeste Paulista, Marcello Zanluchi.


Fonte: Imprensa Sicredi



Publicidade