A importância da representação por uma instituição oficialmente organizada

Publicado em: 17 setembro - 2018

Leia todas


As cooperativas são abertas para todas as pessoas que queiram participar, estejam alinhadas ao seu objetivo econômico e dispostas a assumir suas responsabilidades como membro.

A evolução, em dez anos, de 23 garimpeiros que criaram a Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto (Coogavepe) para os atuais 5.200 cumpre o 1º princípio cooperativista. A atração dos garimpeiros resulta dos benefícios proporcionados pela cooperação, tais como redução de custos dos cooperados com os processos desde a legalização até a recuperação da área, assim como com retorno proporcionado pela conscientização do grupo sobre a necessidade de cumprimento das normas e exigências legais, tanto por parte da cooperativa, quanto dos órgãos com reflexos financeiros na vida de cada um e da comunidade.

De acordo Gilson Gomes Camboim – um dos fundadores e presidente na gestão 2017/2019 – a busca de coerência da Coogavepe com a Doutrina Cooperativista proporcionou respeito à classe e fez com que esses profissionais sentissem a importância da representação por uma instituição oficialmente organizada, com ganhos para a classe garimpeira e a comunidade, via envolvimento social da cooperativa com dezenas de instituições públicas e privadas da região, a exemplo de prefeituras, Polícia Militar, Rotary, Lions, Lar dos Idosos, ADEFIPA – Associação dos Deficientes, Hospital Região, Casai – Casa da Saúde Indígena, Metamat, universidades e faculdades.

Entre os resultados obtidos desde a criação da cooperativa, em 2008 – por sugestão do geólogo Antônio João Paes de Barros e estimulo da Companhia Matrogrossense de Mineração (Metamat) – Camboim lista mudanças nos hábitos de recuperação de área a ponto de permitir a convivência com outras atividades econômicas, caso da Fruticultura e da Piscicultura; melhoramentos nas estruturas físicas do garimpo, como alojamentos, refeitórios, dormitórios, sinalização, etc.; exigência da nota fiscal no ato da comercialização de sua produção, permitindo a inclusão dos cooperados e seu reconhecimento pelos setores comerciais da região, como bancos, lojas e financeiras.

O reconhecimento também veio na forma de premiações. Em 2016, obteve o primeiro lugar no prêmio Somos Coop, do Sistema OCB, na categoria de Sustentabilidade; em 2017, teve suas práticas endossadas pelo Prêmio Melhores Práticas em APL de base mineral, realizado pela Rede APL mineral, com apoio da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), dos Ministérios de Minas Energia e de Ciência, Tecnologia e Inovação e do Centro de Tecnologia Mineral. E mais: os trabalhos desenvolvidos promoveram o interesse de grandes mineradoras em realizar parceria com a Coogavepe, assim como conduziram universidades, faculdades, escolas técnicas a desenvolver trabalhos focados na melhoria da classe garimpeira.

Assembleia Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto ( Coogavepe )

Texto: Katia Penteado



Publicidade