Cooperativas Rurais


Gestão


Número de cooperativas rurais aumenta no RS em meio à crise

Épocas de crise são também tempos de oportunidade. No Rio Grande do Sul, o número de cooperativas rurais vem aumentando desde 2015, quando o PIB caiu em 3,8%.

Pequenos agricultores, particularmente frágeis em épocas de crise, tornam-se mais fortes quando se associam em cooperativas rurais. Por isso, o número dessas organizações vem crescendo há mais de dois anos, contando com mais de 2,7 milhões de associados.

Vários estudos publicados em jornais especializados apontam os ganhos de bem-estar e de eficiência proporcionados pelas cooperativas. Um desses benefícios é o aumento do volume de produção conjunta, que garante a entrada em novos mercados. Como afirmou Daniel Parizotto, fundador de uma cooperativa de produção orgânica no Rio Grande do Sul, em entrevista ao portal G1, “tendo a cooperativa, nós conseguimos ter um volume de vendas, unindo todos e representando dentro do mercado. Conseguimos entrar nas grandes redes de supermercados, merendas…”

Com a entrada em novos mercados, a renda dos cooperados tende a aumentar, mitigando os efeitos negativos da crise econômica. A melhoria de bem-estar dos associados, por sua vez, funciona como um incentivo para a manutenção das atividades no campo.

A beleza das atividades rurais, preservada pelo cooperativismo, consegue atrair até turistas. Por ano, mais de 3 mil viajantes passaram pela propriedade da Coopeg, uma cooperativa de produtores ecologistas que, em 2015, foi reconhecida como exemplo pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Não só os gaúchos fazem uso das cooperativas para melhorar de vida. Em 2016, um estudo mostrou como as cooperativas agrícolas tornaram a produção de maçãs na China mais rentável. Outro artigo, utilizando os dados de produtores de banana do Quênia, chegou a conclusões semelhantes.

A estratégia do cooperativismo é tendência no mundo todo e continua atual. O exemplo no Rio Grande do Sul, portanto, serve como exemplo para o Brasil todo.



Publicidade