COCAMAR: Cooperadas debatem superação em evento com a ex-atleta Hortência


OCB


cocamar2

Mais de 400 produtoras rurais de diversas regiões do Paraná participaram nesta quarta-feira (30/06), em Maringá (PR), na Associação Cocamar, do Encontro Anual do Núcleo Feminino promovido pela Cocamar Cooperativa Agroindustrial. Ambientado nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, o evento reuniu o público feminino ligado à cooperativa – cooperadas e esposas de produtores associados -, para debater o tema “superação”.

Papel fundamental – Ao abrir o encontro, o vice-presidente José Cícero Aderaldo disse que as produtoras “têm papel fundamental no esforço para o envolvimento cada vez maior das famílias dos cooperados no dia a dia da cooperativa”. Segundo ele, as mulheres estão se preocupando mais em preparar-se para participar da gestão dos negócios, ao lado de seus familiares. Na Cocamar, elas representam 15% do quadro associativo, formado por 13 mil integrantes.

Sucesso – Como parte da programação, foi exibido um depoimento gravado em vídeo com a produtora Elizana Baldissera, de Capão Bonito (SP), sobre o trabalho que ela desenvolve na propriedade da família. Elizana, que é casada e tem filhos pequenos, especializou-se para suceder o pai na lavoura, tornando-se reconhecida pela alta produtividade de soja. As participantes conheceram mais detalhes, também, sobre o sucesso que vem sendo alcançado por Cecília Falavigna, cooperada da própria Cocamar, que venceu, nas últimas duas safras, o concurso de produtividade de soja organizado pela cooperativa. Em palestra ministrada pelo coordenador técnico de culturas anuais, Emerson Nunes, as participantes souberam que Cecília investe em avançadas tecnologias para a obtenção dos melhores resultados, e que são colhidos também em seus pomares de laranja.

Hortência – Aproveitando a proximidade das Olimpíadas e o mote “superação”, a ex-atleta Hortência Marcari foi a convidada especial do encontro. Ela palestrou sobre seus 20 anos de atuação na seleção brasileira e os constantes treinamentos para manter-se em forma. “Eu sempre fui determinada em ser a melhor”, disse Hortência, explicando que isto lhe custava muitas horas diárias de treinos e exercícios, bem como abrir mão de vida em família e prazeres frugais. “Fui uma menina pobre, que precisou ralar muito”, disse, acrescentando ter educado seus filhos para que eles corram atrás de seus sonhos. Sobre sua eterna rival Paula, Hortência disse que a concorrência a motivou a tentar sempre ir além dos limites.

“Se a Paula fazia 40 pontos num jogo, eu tinha que fazer 50”, relatou. A ex-atleta, que faz parte do Hall da Fama, respondeu a muitas perguntas do público e, acessível, permaneceu no evento para fotografias com as participantes.

Gastronomia – O lançamento do projeto “Chefs do Campo” também fez parte da agenda do encontro. A iniciativa da Cocamar em parceria com a Bayer, Unimed Maringá, Rede Mabu de Hoteis e CVC Operadora de Turismo, pretende resgatar receitas de pratos tradicionais, elaborados pelas famílias, e que são transmitidos de geração em geração. Nascida em Maringá e com raízes na agricultura, a chef curitibana Manu Buffara participou do evento, falando sobre o seu estilo de cozinhar. “Vocês, produtoras rurais, detêm um conhecimento prático valioso, que aprecio muito”, resumiu, referindo-se não apenas ao trabalho delas na propriedade, ao lado dos familiares, mas também na culinária, preparando pratos repletos de sabor, história e valor sentimental”.

Manu simulou, no palco, a preparação de um prato, em poucos minutos. As participantes receberam ficha de inscrição e o regulamento do concurso que, já no lançamento, teve 141 pratos salgados inscritos. Dentre todas, serão selecionadas 25 receitas em reuniões regionais dos núcleos femininos no mês de agosto, mês em que as inscrições ainda poderão ser feitas. Esses 25 pratos vão ser publicados na revista “Chefs do Campo” e, dessas, cinco serão escolhidas, ao final, por chefs especializados, conferindo às suas autoras, como prêmio, um final de semana no Mabu Thermas Resort em Foz do Iguaçu, com direito a acompanhante.

Receitas – Animada, a produtora Edna Puertas Hernandes, de São Jorge do Ivaí, não perdeu tempo: inscreveu seu “escondidinho de batata com peito de frango”, enquanto Maria José dos Reis Luca, de Maringá, colocou à prova o “pão salgado com fermento de litro”, e Nair Waterkemper, de Ivatuba, o “bolinho de mandioca” que diz ser “irresistível”. (Imprensa Cocamar)