Cooperfam Ceará realiza Seminário da Cadeia Produtiva da Acerola


OCB


O próximo dia 08 de junho, a Cooperativa Agroecológica da Agricultura Familiar do Caminho de Assis (Cooperfam Ceará) irá realizar o Seminário da Cadeia Produtiva da Acerola de Maranguape/CE (SCPA 2017). O evento ocorrerá a partir das 8 horas, no auditório da Escola Estadual de Educação Profissional Salaberga Torquato Gomes de Matos, localizada na Av. Paisagística II, bairro Mororó – Maranguape/CE (próximo ao estádio Moraizão).

O principal objetivo do seminário é apresentar o diagnóstico feito pelo engenheiro agrônomo da Ematerce e consultor da Cooperfam Ceará, Carlos Alberto Farias, da cadeia produtiva da acerola dos produtores cooperados e não cooperados do município de Maranguape.

Além da apresentação do diagnóstico, o SCPA 2017 contará com a diversas palestras ministradas por profissionais da área agropecuária que irão falar sobres diversos assuntos relacionados à acerola. São eles: o Técnico da Fruitessence, Francisco Fernandes; o Técnico da Embrapa, Vidal Neto; o Produtor Rural de acerola, Veidiano de Oliveira; Analista de Operações da Conab, Danylo Sousa; Supervisor de Inclusão Econômica do Projeto São José III, Raimundo Reis Felix; e o Secretário Municipal da Seagri, José Rogaciano Marçal.

O seminário será finalizado por volta das 16 horas com uma palestra do Presidente da Cooperfam Ceará, Airton Kern, que falará sobre as ações da cooperativa na Cadeia Produtiva da Acerola e dará os encaminhamentos finais.

Com realização da Cooperfam Ceará, o SCPA 2017 tem como parceiros a Prefeitura de Maranguape; Projeto São José III; Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Estado do Ceará; Sistema OCB-SESCOOP/CE. Também tem o apoio da Embrapa; Conab; e Ematerce.

Diagnóstico da cadeia produtiva da acerola
Durantes os meses de fevereiro e março desse ano, o engenheiro agrônomo Carlos Alberto Farias visitou os produtores de acerola da região de Maranguape e captou informações de como é feito o preparo do solo, plantio de mudas, sistema de irrigação, transporte da produção, comercialização, etc.

A partir dessas informações, o Engenheiro fez uma análise do cultivo da acerola e irá propor mudanças ao trabalho desenvolvido pelos agricultores. Segundo ele, a intenção é que os produtores de acerola do município possam “melhorar a qualidade do produto; aumentar a produtividade; melhorar o seu acesso ao mercado; monitorar o destino final do seu produto; diminuir a frequência dos atravessadores; e melhorar o escoamento da produção”, comenta.

SERVIÇO
Seminário da Cadeia Produtiva da Acerola de Maranguape/CE (SCPA 2017)
Data: 08 de junho de 2017
Horário: 8 horas
Local: Auditório da Escola Estadual de Educação Profissional
Salaberga Torquato Gomes de Matos
Endereço: Av. Paisagística II – Bairro: Mororó – Maranguape/CE (Próximo ao estádio Moraizão)



Publicidade