Projeto Sustentabilidade Mineral está a todo vapor

Publicado em: 19 fevereiro - 2019

Leia todas


É do chão que sai o sustento das famílias de quase 25 mil cooperados, em todo o país. Estamos falando da realidade das 97 cooperativas do Ramo Mineral que, ao longo das últimas décadas têm demostrado que é possível aliar extração de minérios e preservar os recursos naturais ao mesmo tempo.

E, para fortalecer ainda mais o setor da pequena mineração (onde as cooperativas se enquadram) o Sistema OCB está desenvolvendo o projeto Sustentabilidade Mineral. A ideia é elaborar um diagnóstico que subsidie a realização de iniciativas que tragam mais segurança jurídica e, assim, mais resultados socioeconômicos aos cooperados desse ramo. Vale ressaltar que o documento compilado – uma espécie de raio X – está sendo estruturado sobre três pilares: operacional, contábil e tributário.

O diagnóstico será o resultado de uma série de entrevistas que tem sido realizada desde o início deste ano e que, nesta quarta-feira (13/2), envolverá a primeira cooperativa de garimpeiros do Brasil, a Coogamai, localizada no município de Ametista de Sul, no Rio Grande do Sul.

EXPECTATIVA

“As cooperativas de mineração estão vivendo um momento único em sua história, graças à atualização do regime mineral, que ocorreu em 2018, e, também, pela aprovação da Agência Nacional de Mineração, cujo papel é fiscalizar e regular a atividade de extração no país. Em função disso, estamos com muita expectativa, em relação aos avanços que irão ocorrer a partir desses dois marcos. E, nós, com o intuito de contribuir com o desenvolvimento sustentável das cooperativas de extração mineral, estamos trabalhando em um diagnóstico que será uma bússola para as futuras ações que realizaremos”, avalia o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

ENVOLVIDAS

Além da Coogamai, ao longo de fevereiro também serão visitadas as cooperativas: Coogal (Amapá) e Coomigapa (Pará). Em março, reta final da série de entrevistas, já estão agendadas as seguintes cooperativas: Cooggeo (Bahia), Uniquartz (Minas Gerais) e Comipel (Paraíba). Já foram visitadas: Coopercristal (Tocantins), Coopemi (Santa Catarina), Coogarima (Rondônia), Coogavepe e Cooprodil, ambas em Mato Grosso.


Fonte: Sistema OCB



Publicidade