Central Nacional Unimed é uma das 75 melhores empresas em sustentabilidade


TECNOCOOP


A Central Nacional Unimed estreia no Guia Exame Sustentabilidade 2017. A publicação, que destaca 75 empresas, enfatiza que a operadora nacional do Sistema Unimed desenvolve atividades para melhorar o condicionamento físico e a saúde de quem tem mais de 60 anos, e que promove a capacitação de cuidadores para reduzir o custo da saúde. “Todos nós brasileiros temos de enfrentar o tema da longevidade no país”, diz Alexandre Ruschi, presidente da Central Nacional Unimed.

Em 2013, a operadora lançou o projeto social Unimed Ativa, programa gratuito aberto à comunidade, que oferece propostas de qualidade de vida e cursos para formação de cuidadores de idosos. Um exemplo disso são as oficinas com palestras sobre prevenção de quedas, um dos maiores problemas dos idosos. As atividades do Unimed Ativa são realizadas na Zona Leste de São Paulo, perto do metrô Artur Alvim, em parceria com o Instituto Energia.

Ruschi salienta que “precisamos resgatar a sociabilidade do idoso”. Conta que, em outro programa, ‘Especialista em Você: integralidade em saúde’, os participantes recebem orientações telefônicas. Os idosos fazem consultas com geriatras e gerontologistas, além de ter uma equipe multidisciplinar à sua disposição.
O número de internações foi reduzido em 43% e, consequentemente, o custo assistencial. “A longevidade leva ao aumento do custo assistencial: 15 vezes mais do que um jovem.”

Desempenho

No Guia da Sustentabilidade, a CNU ficou com 71,2% na dimensão geral, que compreende as dimensões econômica, social e ambiental. Dos 10 indicadores-chave, os principais destaques foram as gestões da água e de resíduos, que ficaram acima da média do guia.



Publicidade