Central Nacional Unimed tem melhor balanço em 20 anos de história

Publicado em: 11 Abril - 2018

Leia todas


A Central Nacional Unimed teve, em 2017, os melhores resultados financeiros de sua história. Os ingressos totais (faturamento) cresceram 6,9% – de R$ 4,6 bilhões para R$ 5 bilhões. O resultado operacional passou de R$ 23,3 milhões negativos, em 2016, para R$ 64 milhões no ano passado, e o resultado líquido avançou 32%, de R$ 100,3 milhões para R$ 132,5 milhões.

Central Nacional Unimed tem melhor balanço em 20 anos de história (Foto: Nilton Fukuda/Estadão)

Em função disso, o patrimônio líquido da CNU aumentou 29,7% no último exercício, para R$ 587,7 milhões, com ativos totais de R$ 1,6 bilhão (+21,3% no período). A sinistralidade – custo da assistência à saúde – caiu 3,7 pontos percentuais, para 89,4%.

“A principal conquista foi voltar a ter uma operação lucrativa, o que impacta positivamente todo o Sistema Unimed”, afirma Alexandre Ruschi, presidente da Central Nacional Unimed.

Ruschi assumiu a presidência da CNU em abril de 2017 e tomou providências imediatas como cortes de despesas, ajuste de processos e renegociação de contratos para que a operadora retomasse seu crescimento. Também priorizou a queda da sinistralidade e o começo da migração do modelo assistencial para atenção integral à saúde, em que o paciente estabelece relacionamento de longo prazo com um médico de referência e uma equipe multidisciplinar.

A Central Nacional Unimed é uma cooperativa cujas sócias são 326 Unimeds de todo o Brasil. Com foco em planos de saúde corporativos com abrangência nacional, a Central Nacional Unimed têm unidades em São Paulo, Brasília, Salvador e São Luís. Segundo a agência reguladora, ANS, é a sexta maior operadora de planos de saúde do Brasil.



Publicidade