Nascem a Federação Centro Brasileira e a Operadora Unimed Cerrado

Publicado em: 31 dezembro - 2018

Leia todas


A partir de 1º de janeiro de 2019, a Federação das Unimeds de GO|TO|DF será oficialmente desmembrada em duas instituições independentes: a Federação Regional das Cooperativas Médicas Unimeds dos Estados de Goiás e Tocantins e do Distrito Federal (Federação Centro Brasileira) e a Operadora Central Regional de Cooperativas Médicas (Unimed Cerrado). O desmembramento oficial encerra um processo de separação da Federação e Operadora iniciado em 25 de agosto de 2017, quando a medida foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária.

O resultado da assembleia, que atribuiu o papel institucional à Federação e a operação de planos de saúde à Unimed Cerrado, consolidou apenas a primeira etapa deste processo, que exigiu o cumprimento de uma série de normas legais, como o aval da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) após análise da situação econômico-financeira e documental da Operadora, registro na Junta Comercial do Estado de Goiás e aprovação da Unimed do Brasil, cuja última etapa aconteceu no dia 6 de dezembro, durante reunião do Conselho Confederativo.

“O desmembramento foi aprovado por unanimidade no Fórum Unimed”, comemorou o diretor de Integração Cooperativista e Desenvolvimento Institucional da Federação, Walter Cherubim Bueno. Ele explicou que a Federação e a Unimed Cerrado seguem funcionando no mesmo prédio, em Goiânia (GO), mas com administrações, estrutura e funções distintas.

O presidente da Federação, Danúbio Antonio de Oliveira, observou que todas as etapas do desmembramento foram feitas de acordo com o cronograma estabelecido e de forma transparente, sendo as Unimeds federadas informadas de cada fase do processo. “Agora, teremos as duas instituições separadas, cada uma focada em sua função, e isso vai fortalecer a marca Unimed”, afirmou o presidente, para quem a Federação poderá se dedicar exclusivamente às suas funções institucionais, de representatividade das Singulares e focada na prestação de serviços às Unimeds, e a Operadora poderá ampliar sua atuação no mercado. “Acredito que outras Unimeds vão ter interesse em participar do projeto Operadora/Prestadora, transferindo a gestão de suas carteiras para a Unimed Cerrado”, disse.

Ficha técnica
Federação
Nome: Federação Regional das Cooperativas Médicas Unimeds dos Estados de Goiás e Tocantins e do Distrito Federal
Nome fantasia: Federação Centro Brasileira
Diretoria Executiva: Danúbio Antonio de Oliveira (presidente); Sizenando da Silva Campos Júnior (vice-presidente); Martúlio Nunes Gomes (diretor-superintendente) e Walter Cherubim Bueno (diretor de Integração Cooperativista e Desenvolvimento Institucional)
Representatividade: Unimed Anápolis, Unimed Araguaína, Unimed Caldas Novas, Unimed Catalão, Unimed Goianésia, Unimed Goiânia, Unimed Gurupi, Unimed Jataí, Unimed Mineiros, Unimed Morrinhos, Unimed Norte Goiano (Uruaçu), Unimed Oeste Goiano (Iporá), Unimed Palmas, Unimed Planalto (Luziânia), Unimed Porangatu, Unimed Regional Sul Goiás (Itumbiara), Unimed Rio Verde, Unimed Vale do Corumbá (Ipameri) e Unimed Vale do São Patrício (Ceres)

Operadora
Nome: Central Regional de Cooperativas Médicas
Nome de fantasia: Unimed Cerrado
Diretoria: José de Oliveira e Silva (presidente) e Shirley Gonçalves de Pádua Miguel (vice-presidente)
Representatividade: Prestadoras Unimed Goianésia, Unimed Porangatu, Unimed Norte Goiano (Uruaçu) e Unimed Vale do São Patrício (Ceres)



Publicidade