Programa Ecomudança: cooperativas tem até 12 de abril para se inscreverem

Publicado em: 26 Março - 2018

Leia todas


Com o objetivo de estimular projetos de redução de emissão de gases de efeito estufa, o Itaú Unibanco lançaram edital da 10ª edição do Programa Ecomudança, aberto à participação de entidades sem fins lucrativos, como organizações sociais, fundações, cooperativas e associações, inclusive as que atuam como movimentos sociais.

Programa Ecomudança: cooperativas tem até 12 de abril para se inscreverem (Foto: jannoon028/Freepik)

Programa Ecomudança: cooperativas tem até 12 de abril para se inscreverem (Foto: jannoon028/Freepik)

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pela plataforma Ekos Social, até o dia 12 de abril. O valor do apoio financeiro que concedido aos projetos vencedores será de até R$ 100 mil, oriundo dos fundos de renda fixa Ecomudança Itaú, que destinam 30% da taxa de administração ao programa. O objetivo é oferecer aos clientes do banco a oportunidade de investir seu capital em algo que proporcione um benefício adicional ao retorno financeiro, que nesse caso, são projetos socioambientais que promovam impacto positivo nas regiões em que atuam. Saiba mais assistindo ao vídeo aqui.

O programa busca projetos capazes de reduzir as emissões de gases de efeito estufa nas categorias de energia renovável, manejo de resíduos, florestas e agricultura sustentável, priorizando iniciativas com potencial de gerar renda para os envolvidos, com alto potencial de replicabilidade e que estejam relacionadas à redução de gases de efeito estufa. O uso do recurso financeiro deve ser detalhado na inscrição e as instituições já contempladas em anos anteriores também podem participar da edição 2018, desde que inscrevam um novo projeto ou ampliem o que já foi beneficiado.

“Nesses 10 anos, investimos mais de R$ 6 milhões em projetos de todo o país e percebemos a transformação que o Ecomudança promoveu na vida dos participantes dos projetos, no desenvolvimento das comunidades e até mesmo no aumento da renda das famílias beneficiadas, uma vez que o apoio financeiro permite a estruturação e expansão das iniciativas. O programa nos mostra que é possível estabelecer uma relação de ganho para investidores, meio ambiente e sociedade”, afirma Denise Hills, superintendente de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú Unibanco. A executiva lembra também que “a iniciativa vai ao encontro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da ONU – em especial o de número 13 –, que visa combater as mudanças climáticas”.

A coordenação técnica do processo de seleção será feita pelo Instituto Ekos Brasil, entidade sem fins lucrativos que atua na promoção do desenvolvimento sustentável e terá a supervisão do Itaú Unibanco. As visitas técnicas aos projetos semifinalistas vão acontecer entre junho e julho e o anúncio dos selecionados será feito até o final do ano.

O edital completo e a ficha de inscrição estão na plataforma Ekos Social: https://ecomudanca.ekos.social

MAIS NOTÍCIAS

Código de barras nos documentos fiscais: ajustes estendem uso a outras atividades
Nova Plataforma Logística melhora a eficiência da operação em até 30%, garante da Totvs
Unimed Guarulhos obtém acreditação RN 277 no mais alto nível de excelência da ANS



Publicidade