Publicidade

COOPERATIVISMO EM DESTAQUE

Ver todas as notícias

Revista Digital

Artigos

EBOOK



DESTAQUES DA REVISTA

NOTÍCIAS DO SISTEMA

PUBLICIDADE

Olhar MundoCoop

“Quando eu comecei a trabalhar na cooperativa, praticamente, eu era a única mulher no departamento”, lembra Dirlei Brizola. Recém-egressa do Ensino Médio, Dirlei foi admitida aos 16 anos de idade na função de secretária e hoje soma 37 anos de carteira assinada na Capal Cooperativa Agroindustrial. Atualmente, Dirlei atua como coordenadora de Contabilidade, e dos 18 funcionários sob a sua liderança, 70% da equipe é formada por profissionais mulheres. Dirlei observa que o estudo é fundamental e que as mulheres estão cada vez mais se profissionalizando. “Acompanho algumas entrevistas e a gente vê quem mais se destaca. Não fazemos nenhum tipo de discriminação de gênero, e eu sou um exemplo disso na cooperativa. A contratação é integralmente baseada na qualificação, competência e comprometimento com o trabalho, e não se é homem ou mulher”, declara. Tanto Dirlei quanto os outros colaboradores mais experientes acompanham, no decorrer dos anos, o crescimento significativo de contratação de mulheres na cooperativa, incluindo na ocupação de cargos de gerência e coordenação de variados setores. Hoje a cooperativa conta com 241 funcionárias com, pelo menos, três filiais e oito áreas administrativas conduzidas por mulheres. “Nas últimas décadas, é notável o fortalecimento da presença feminina no agronegócio. Os números indicam o aumento tanto de cooperadas quanto de profissionais capacitadas para tomar as rédeas de um mercado predominantemente masculino”, ressalta Adilson Fuga, presidente executivo da CAPAL.

PUBLICIDADE


Publicidade