Agricultura é único setor com alta em empregos

Publicado em: 30 junho - 2021

Leia todas


Segundo o IBGE, no trimestre de fevereiro a abril, setor teve aumento de 6,5% nas vagas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta quarta-feira (30), a taxa de desemprego no trimestre de fevereiro, março e abril, avaliado na PNAD Continua. No período o desemprego mantém recorde de 14,7%, com alta de 0,4 ponto percentual (p.p.) frente ao trimestre de novembro de 2020 a janeiro de 2021 (14,2%) e alta de 2,1 p.p. ante o mesmo trimestre de 2020.

A população desocupada somou 14,8 milhões de pessoas, crescimento de 3,4%ante o trimestre de novembro de 2020 a janeiro de 2021 e subiu 15,2% (mais 1,9 milhão de pessoas) frente ao mesmo trimestre móvel do ano anterior (12,8 milhões de pessoas). A população ocupada ficou em 85,9 milhões de pessoas, índice estável em relação ao trimestre móvel anterior e queda de 3,7% frente ao mesmo trimestre de 2020.

Ante o mesmo trimestre móvel de 2020, houve quedas em seis grupamentos: Indústria Geral (-4,3%, ou menos 497 mil pessoas), Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (-6,7%, ou menos 1,1 milhão de pessoas), Transporte, armazenagem e correio (-8,3%, ou menos 393 mil pessoas), Alojamento e alimentação (-17,7%, ou menos 871 mil pessoas), Outros serviços (-13,9%, ou menos 660 mil pessoas) e Serviços domésticos (-10,1%, ou menos 562 mil pessoas). 

A única alta foi registrada na Agricultura. O número de vagas teve aumento de 6,5%, com incremento de 532 mil pessoas, na comparação com o mesmo trimestre do ano passado. O setor apurado pelo IBGE também engloba a pecuária, aqüicultura, pesca e produção florestal. Em abril o número total de ocupados no setor somava 8, 698 milhões de trabalhadores. 


Fonte: Agrolink


Notícias Relacionadas:



Publicidade