Antiparasitário injetável favorece produtividade

Publicado em: 24 março - 2017

Leia todas


A Merial l Saúde Animal.ançou antiparasitário de descarte zero para o abate e carência de apenas um dia para a produção de leite. Trata-se do Eprinex Injetável – descarte zero para o abate e carência de apenas um dia para a produção de leite – inicialmente aplicado no plantel da Agrindus, que soma mais de 3,6 mil fêmeas da raça Holandesa e produção diária de mais de 45 mil litros de leite.

 

Além de assegurar o mais alto índice de ação antiparasitária do mercado, com 99% de eficácia no controle parasitário do rebanho, Eprinex® Injetável chega ao mercado brasileiro como a melhor opção na terminação para gado a pasto e semi-confinamento e para proteção dos bovinos de leite contra os parasitas. Composto por eprinomectina a 3,6%, Eprinex® Injetável não tem período de carência para abate e apenas um dia de carência para leite. Esse é um dos principais diferenciais do produto, uma vez que expressiva maioria dessa classe de medicamentos indispensáveis tem período de carência de pelo menos quatro semanas para abate e também no descarte de leite.

 

Estudos apontam que a presença de parasitas, internos e externos, no rebanho podem provocar prejuízos de até 40% no ganho de peso e na produção de leite. Isso ocorre pois nessa situação o animal acaba não absorvendo o alimento ingerido, tendo efeitos diretos em seu ganho de peso. Dessa maneira, o uso de antiparasitários na pecuária é necessário para assegurar bem-estar animal e assim, contribuir para a produção de carne e de leite de qualidade e em alta quantidade.

A aplicação de Eprinex® Injetável é feita exclusivamente por via subcutânea, o que facilita muito o manejo, além de ser extremamente seguro para animais jovens, adultos e, inclusive, fêmeas nas fases de reprodução. “Já dispomos de  Eprinex® Pour-On, de uso tópico por meio da tecnologia Pour-On, e agora trazemos para o mercado brasileiro a versão injetável, método preferido por parte dos pecuaristas brasileiros”, ressalta Pedro Bacco, diretor de Grandes Animais da Merial Saúde Animal.



Publicidade