Central Cresol Sicoper participa de Fórum Social Mundial

Publicado em: 29 agosto - 2016

Leia todas


cresol_02

 

Durante o período de 09 a 14 de agosto, a Central Cresol Sicoper, representada pelo seu diretor Administrativo, Volmir Oldoni, participou do Fórum Social Mundial 2016. O encontro, realizado em Montreal – Canadá, representa um importante espaço para compartilhar ideias e práticas na perspectiva de construir sociedades mais justas e um mundo melhor, possível e necessário.

O encontro, neste ano, abordou a proteção ao meio ambiente e o combate ao aquecimento global e à ação das petrolíferas e mineradoras, tendo em vista que o movimento social canadense conta, atualmente, com uma forte articulação contra a destruição de territórios indígenas pela ação de empresas de mineração. Além disso, considerando a importância do movimento feminista no Canadá, o evento contou com um eixo temático sobre a diversidade de gênero, organizado por um comitê feminista local. Outros temas centrais foram a descolonização, os desafios dos refugiados e imigrantes e a realização do Fórum de Mídia Livre. Esta é a quinta edição do encontro de mídia livre e abordou quatro eixos centrais: o futuro da internet e sua governança; vigilância em massa e segurança dos mídialivristas; sustentabilidade das mídias livres; e defesa das redes de comunicação dos povos originários, este último tema muito importante no contexto canadense.

Neste sentido, o Fórum Social Mundial, há alguns anos, tem ocupado parte importante das reflexões e debates entre organizações que, há 15 anos, deram os primeiros passos no processo que se propôs a articular forças progressistas em todo o planeta para construir “um outro mundo possível”. Para isso, a metodologia da construção horizontal é uma das principais apostas para reinventar o Fórum, repactuando sua importância estratégica com movimentos sociais, organizações da sociedade civil e ativistas dos cinco continentes.

Oldoni reitera que o pacto pela construção de um mundo mais igualitário é uma estratégia adotada pelos participantes do evento. “O que nos une é o sonho por um mundo diferente, em que homens e mulheres vivam com dignidade, no qual todos possam ser empoderados e contribuir da sua própria maneira. Outro mundo não é só possível, é necessário, e o caminho para isso é construirmos juntos. E, neste sentido, a Cresol enquanto cooperativa de crédito com interação solidária tem papel fundamental para incluir, financeira e socialmente, a população e possibilitar que possa participar e contribuir com o crescimento de todos e com a transformação da sociedade”, aponta.



Publicidade