Cooperativa incentiva a permanência de jovens no campo

Publicado em: 29 setembro - 2020

Leia todas


Filhos de associados podem participar do Programa Aprendiz Cooperativo do Campo, que estimula a sucessão familiar

A Cooperativa Mista São Luiz (Coopermil), de Santa Rosa, está dando continuidade ao Programa Aprendiz Cooperativo do Campo. São 24 jovens do município de Candido Godói que estão participando da terceira edição do curso, que incentiva a permanência do adolescente no campo e estimula a sucessão familiar. 

O primeiro encontro ocorreu de forma virtual com a presença dos pais, todos associados da Coopermil. Na oportunidade, foi apresentada a sistemática de funcionamento do programa, com as disciplinas integrantes do currículo, carga horária e todas as orientações necessárias aos alunos participantes. Da mesma forma, foi repassada aos pais a importância do envolvimento da família em todo o processo de aprendizagem, bem como no acompanhamento das atividades a serem desenvolvidas nas propriedades, para que possam aplicar, na prática, as vivências obtidas em sala de aula.

Durante o evento, o presidente da Coopermil, Joel Antonio Capeletti, destacou a preocupação da Cooperativa em participar efetivamente do desenvolvimento do Programa, principalmente visando ao fortalecimento do trabalho cooperativista e à discussão da sucessão familiar como alicerce da busca da permanência do jovem na atividade rural. O Programa é um projeto do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, que atende as cooperativas agropecuárias com cursos de aprendizagem em atividades dirigidas aos jovens, filhos de associados. Ele estimula a permanência dos mesmos no campo, promovendo a sucessão familiar, bem como auxiliando na gestão de pequenas e médias propriedades.

Este curso é realizado através da parceria entre as cooperativas Cooperconcórdia e Coopermil, com aulas teóricas e práticas durante 18 meses. De acordo com o vice-presidente da Cooperconcordia, Tiago Moroni de Souza, a seleção destes jovens é feita pelas equipes das cooperativas parceiras do Programa. “Elas observam, em seu quadro oficial, filhos de associados com potenciais de sucessão, e também, aqueles que não têm potencial, mas que o programa possa instigá-los a permanecia no campo”.

A turma do Programa Aprendiz Cooperativo no Campo inicia suas aulas teóricas de forma virtual, no dia 5 de outubro, em sistema de alternância entre aulas virtuais e práticas nas propriedades. O curso termina em janeiro de 2022.


Fonte: Correio do Povo


Notícias Relacionadas



Publicidade