Cooperativa recebe prêmio nacional em produção de ovos férteis

Publicado em: 10 novembro - 2020

Leia todas


A avicultura, assim como todas as atividades do campo, está em constante evolução, buscando por melhores modelos, práticas e ferramentas com foco em resultados de qualidade e produtividade. E por meio desse trabalho de dedicação, na última semana, a Copagril recebeu oficialmente a Premiação de Resultados de Matrizes no Brasil 2019, organizado pela Aviagen, onde conquistou o segundo lugar na Regional Sul (estados do Sul do Brasil) e o terceiro lugar a nível nacional.

O resultado é referente ao ano de 2019, quando entre um dos lotes daquele ano, a produtividade média por fêmea chegou a 209,5 ovos. Lotes esses alojados na Unidade Copagril de Recria de Matrizes e Produção de Ovos Férteis, no município de Guaíra. As aves são da genética Ross e os ovos férteis são destinados ao sistema integrado de produção de frangos da cooperativa.

A premiação foi recebida pela diretoria da Copagril, durante encontro virtual com a equipe comercial e técnica da Aviagen. O supervisor regional sul Aviagen, Daniel Bernardes, entregou as comendas aos diretores da Copagril, agradeceu pela oportunidade e reforçou sobre o orgulho em entregar os troféus. “Esse reconhecimento é para a cooperativa, um resultado construído pela equipe que está no dia a dia no campo, no cuidado dessas aves, pelo pessoal da fábrica de rações, da nutrição e de toda estrutura gerencial, pois sem o apoio de todos esses setores, um resultado assim não seria possível”, diz Daniel.

O supervisor do Fomento Aves da Copagril, Gleisson Trentini, explica que o prêmio representa o trabalho da Copagril e cooperados, com um lote de produção de 209,5 ovos totais por fêmea comparado a toda imensidão de matrizes dentro da avicultura brasileira. “É um lote que precisa ser reconhecido e os méritos são da equipe e cooperados Copagril, entre eles os produtores João Wochner e Edson Sulzbach – integrados no núcleo. Significa que conseguimos um bom resultado economicamente sustentável e também um produto de qualidade. Significa que estamos iniciando bem e que vai ter reflexo para toda a cadeia de produção avícola da Copagril”, complementa Trentini.

Daniel ainda comenta que os resultados são interessantes porque demonstram o potencial genético das aves alinhado ao manejo correto. “Para a avicultura nacional é algo que, com os resultados cada vez melhores, torna nossa cadeia mais sustentável e lucrativa para as empresas e produtores”, descreve.

Sobre os resultados e potencial produtivo das aves, Trentini reforça sobre o processo de pesquisa e desenvolvimento. “O que realmente temos é um trabalho muito duro, uma pesquisa muito forte em ambiência, em nutrição, em manejo, e com certeza a genética nos ajuda muito. Existe um grande número de pesquisadores por trás disso, tentando desenvolver cada vez mais, para a gente receber um animal diferenciado e então, com o nosso manejo e cuidados, expressar todo o potencial das aves”, completa o profissional da equipe Copagril.

Após a reunião online com a equipe Aviagen, o diretor-presidente, Ricardo Sílvio Chapla, o diretor vice-presidente, Elói Darci Podkowa, o diretor-secretário, Márcio Buss, e o superintendente de Operações, José Aparecido de Lima, acompanhados do Francielmir Ortiz Machado (Fomentos Copagril) e Gleisson Trentini (Fomento Aves) receberam os troféus e placa comemorativa.


Fonte: Imprensa Copagril


Notícias relacionadas



Publicidade