Cooperativas gaúchas apostam em plataforma digital para ampliar desenvolvimento agropecuário

Publicado em: 22 abril - 2021

Leia todas


Ocorreu na última terça-feira (20) o lançamento da SmartCoop. A plataforma, criada pela Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul (Fecoagro), irá integrar trinta cooperativas, além de mais de 173 mil produtores. Com um investimento estimado em R$4,5 milhões, a ferramenta foi custeada pelas cooperativas envolvidas no projeto, além de contar com a ajuda da Sescoop/RS e da Ocergs.

Durante o lançamento, o presidente da Fecoagro/RS ressaltou a importância da nova ferramenta, que deve representar uma nova fase para a indústria agro da região. “Temos em mãos uma tecnologia que, além de facilitar o dia a dia do produtor, permitirá que ele negocie sua produção e possa adquirir em sua cooperativa produtos em melhores preços, que esteja ao lado da cooperativa 24 horas por dia mesmo não estando lá fisicamente”, disse Pires.

Desenvolvida por cerca de dois anos, a SmartCoop nasceu do trabalho de coops gaúchas, que juntas desenvolveram a ferramenta, que pode ser acessada através de múltiplas plataformas. O serviço funcionará mesmo em áreas sem, ou com pouca cobertura de rede.

Para Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB, a plataforma será uma importante via na busca da modernização dos processos no campo, que já é dominado por uma nova geração de produtores, mais próximos de novas tecnologias. “Me sinto orgulhoso de ver esse processo de inovação. É uma revolução. E isso vem ao encontro das necessidades do nosso produtor rural. Aliás, o Brasil tem o agricultor mais jovem do planeta, com idade média abaixo dos 50 anos. E como tal, ele quer e precisa de ferramentas de nova geração. Vocês estão gerando valor ao cooperado e mostrando o poder da intercooperação”, avalia.

Funcionalidades

A plataforma SmartCoop irá reunir dados de todos os processos envolvidos na gestão da propriedade rural. O produtor que aderir ao serviço terá acesso a atualizações em tempo real, a partir de um banco de dados alimentado por uma inteligência artificial.

A SmartCoop irá possibilitar o acompanhamento da lavoura, monitoramento por satélite, previsão do tempo, indicadores da cadeia leiteira, gerenciamento de rebanho, saldo de produtos na cooperativa, títulos a pagar, cotações e mecanismos de venda da produção.

Disponibilidade

A SmartCoop está disponível para os associados das trinta cooperativas integrantes do projeto. São elas: Languiru, Santa Clara, CAAL, Cotrisul, Camnpal, Camal, Piá, Coagrijal, Coomat, Cotricampo, Cotrisel, Cotrijuc, Cooperoque, Cotrirosa, Coopermil, Coopatrigo, CCGL, Agropan, Cotribá, Cotrijal, Cotriel, Coagrisol, Cotripal, Cotrisoja, Cotrifred, Coagril, Cotrisal, Coopibi, Cotapel e Coasa.


Por Redação MundoCoop, com informações de Fecoagro


Notícias Relacionadas:



Publicidade