Cooperativas responderam por um terço das exportações do agronegócio paranaense

Publicado em: 22 janeiro - 2021

Leia todas


Soja foi responsável por quase metade dos embarques

As cooperativas agropecuárias responderam por 33,8% do valor exportado pelo agronegócio paranaense em 2020. É o que revela o levantamento feito pela Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar (Getec), com base em dados do Agrostat (estatísticas de comércio exterior do agronegócio brasileiro) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

No ano passado, os embarques do setor agropecuário paranaense atingiram a soma de R$ US$ 13,3 bilhões, dos quais US$ 6,1 bilhões referentes à comercialização do complexo soja (45,6%), US$ 2,8 bilhões em carnes (21,0%) e US$ 2,2 bilhões em produtos florestais (16,7%). “Atualmente, há 18 cooperativas paranaenses que fazem exportações diretas, entre as 59 cooperativas agropecuárias registradas na Ocepar”, informa José Roberto Ricken, presidente do Sistema Ocepar.

A Coamo, com US$ 1,5 bilhão, é a maior exportadora entre as cooperativas. O valor representa 33% do total embarcado por todas as cooperativas do Paraná no ano passado. A vice-líder é a Lar, com US$ 811,1 milhões (18,1% do total), seguida pela C.Vale, com US$ 485,2 bilhões (10,8%). O trio foi responsável por 61,9% das vendas externas do segmento cooperativista paranaense efetuadas no ano passado. Em 2020, os principais estados exportadores de produtos do agronegócio brasileiro foram o Mato Grosso, com US$ 17,9 bilhões (17,7%); São Paulo que exportou US$ 17,2 bilhões (17,1%) e o Paraná, com US$ 13,3 bilhões (13,2%).


Fonte: Portal Amanhã


Notícias relacionadas



Publicidade