Diplomata na OMC discute entraves do Mercosul no 4º Fórum de Agricultura da América do Sul

Publicado em: 23 agosto - 2016

Leia todas


As disputas agrícolas em andamento e as tratativas internas do Mercosul serão debatidas pelo diplomata brasileiro na Organização Mundial do Comércio (OMC), Celso de Tarso Pereira, durante o 4º Fórum de Agricultura da América do Sul. O evento ocorre em Curitiba (PR), nos dias 25 e 26 de agosto, no Museu Oscar Niemeyer (MON), e reunirá representantes de todos os elos da cadeia produtiva regional.

Há mais de uma década o agronegócio puxa para cima a balança comercial brasileira. A situação é semelhante na maioria dos países sul-americanos, com destaque para o Paraguai e a Argentina. A necessidade de se negociar em bloco gerada pelo Mercosul, no entanto, dificulta a conclusão de acordos bilaterais e a participação dos países membros em tratados como o Transpacífico (TPP) que reúne Estados Unidos, Japão e outras 10 nações sob as mesmas regras de livre-comércio.

“Precisamos de um novo entendimento, que permita ao Brasil se aproveitar das relações internas do Mercosul, como a isenção de alíquotas do imposto de importação dentro do bloco, mas que também impeça que o acordo seja uma trava para negociações individuais. Que o Brasil possa negociar sozinho acordos comerciais com outros países sem ter que lidar com essa colcha de retalhos de interesses divergentes que é o Mercosul”, avalia o especialista em comércio internacional da Legex Consultoria, Fabio Carneiro Cunha.

O assunto é um dos temas do painel “Mercado Internacional: negociações além da política comercial” que será coordenado pelo diplomata do Brasil na OMC Celso de Tarso Pereira. O debate será focado no Mercosul e nos resultados obtidos pela conferência ministerial em Nairóbi, no Quênia, no final de 2015. “No plano internacional, boa parte dos desafios da agricultura brasileira se define na OMC, tanto nas negociações de novas disciplinas, como nas disputas comerciais. O que pretendemos trazer para o público é: quais são as perspectivas de novas regras agrícolas na OMC? E quais as atuais disputas agrícolas do Brasil naquele foro?”, destaca.

Para consultar a programação completa do 4º Fórum de Agricultura da América do Sul e efetuar a inscrição, basta acessar o portal do evento www.agrooutlook.com.br. No site, também é possível fazer o download gratuito do relatório da edição 2015, que contou com a participação de 400 pessoas, de 10 países, representantes de todos os elos da cadeia produtiva do agronegócio, da iniciativa pública e privada.



Publicidade