Futuro da cadeia do leite: Embrapa lança hub de inovação para o setor

Publicado em: 24 agosto - 2021

Leia todas


A Embrapa Gado de Leite e parceiros da iniciativa privada lançam, na próxima sexta-feira (27), às 10h, o Silo: Inovação Aberta, um hub que pretende inaugurar um novo capítulo na pesquisa científica do setor. O evento contará com transmissão ao vivo pelo Youtube e terá como foco a apresentação de uma série de inovações implementadas no complexo.

Neste dia, a Embrapa inaugurará quatro infovias de cabos de fibra ótica, que cortam todo o campo experimental, em um total de 9 km, cujos sinais difundem nas áreas de experimentos por meio de antenas de wireless.  Sob a ótica da internet das Coisas (IoT), o projeto eleva a pesquisa para uma outra dimensão ao tornar digitais as iniciativas de pesquisa relacionados a forrageiras e aos plantios de grãos, além de possibilitar a expansão dos experimentos com máquinas, animais no campo e a interação destes com as plantas.

Outro lançamento agendado para o dia é o das placas fotovoltaicas que alimentarão o primeiro e único Compost Barn instalado em ambiente de pesquisa do país. O modelo de criação de gado, que garante bem-estar animal e produção de leite de qualidade, tem como principal aspecto negativo o grande consumo de energia necessário para o seu funcionamento. A captação e utilização da energia solar traz uma importante solução para a problemática.

Cerca de biosseguridade

Durante o evento também será inaugurada a primeira cerca de biosseguridade em produção de leite, instalada no entorno do Compost Barn. “Estamos migrando para uma produção de leite na qual o consumidor está exigindo maior biosseguridade. Uma das atitudes que estamos adotando é cercar o composto para que não ocorra a entrada de outros animais, evitando assim um potencial contato que leve doenças, vírus e bactérias para as vacas”, esclarece o chefe-geral da Embrapa, Paulo Martins.

As inovações tecnológicas a serem apresentadas compõem conceitualmente a “Fazenda 4.0” – derivado de Indústria 4.0 – que permitirão ao Campo Experimental da Embrapa abrigar os instrumentos necessários para os trabalhos do Silo: Inovação Aberta, desenvolvido em parceria com a Microsoft, TIM Brasil, Nestlé do Brasil, Arcelor Mittal, IS Brasil, Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e a aceleradora corporativa Neo Ventures.

O hub de inovação permitirá a conexão de startups com empresas líderes de tecnologia da informação e comunicação, universidades, uma aceleradora, agentes do agronegócio, investidores e todo o corpo técnico da Embrapa Gado de Leite, além das melhores universidades brasileias. “O setor privado está se juntando à Embrapa. Estamos diante de um conceito que é o de inovação aberta. Estamos criando um novo patamar, mirando uma modernidade focada no consumidor e no planeta. Além disso, estamos criando oportunidade para os jovens que querem transformar o mundo, mas muitas vezes não encontram a oportunidade. O Silo vai possibilitar isso, apoio para que eles transformem ideias em realidade”, ressalta Paulo do Carmo Martins.


Fonte: AgroEmDia/ Embrapa Gado de Leite


Notícias Relacionadas



Publicidade