História das cooperativas de crédito se confunde com a agricultura no Brasil

Publicado em: 17 dezembro - 2021

Leia todas


Objetivo é oferecer soluções financeiras de acordo com a necessidade do produtor, utilizando o conceito de círculo virtuoso

As cooperativas de crédito foram criadas para oferecer soluções financeiras de acordo com a necessidade do produtor, utilizando o conceito de círculo virtuoso, onde o dinheiro captado fica na própria comunidade e acaba ajudando as entidades e os empreendimentos locais.

Superintendente de Agronegócio do Sicredi, Luis Henrique Veit, conta que o cooperativismo de crédito teve início em 1902 no município de Nova Petrópolis, no interior do Rio Grande do Sul, e recebeu o nome de Caixa Rural, justamente para financiar produtores daquela região.

“Então, essa ligação com a agricultura acontece desde o início do cooperativismo de crédito no Brasil e ainda se mantém. O Sicredi está muito presente nessas regiões produtoras que possuem grande pujança agropecuária”, pontua. Ele acrescenta que os produtores são associados às cooperativas e têm, portanto, direito a voto nas decisões e, inclusive, participação nos resultados.

Veit ainda lembra que, ao contrário do que muitos pensam, as cooperativas de crédito não são limitadas aos pequenos agricultores e atendem aos grandes também. “O objetivo do Sicredi é o atendimento pleno em todos os estágios da lavoura do produtor. Somos a segunda marca em crédito rural do país, sendo a primeira colocada entre as instituições privadas. Entendemos que o crédito é uma forma de realmente ajudarmos o nosso produtor, atendendo as suas necessidades. Nossa capacidade não é apenas dar suporte financeiro, mas também o de estar presente. Por exemplo, estamos em 200 cidades, pequenas, muitas delas, onde o Sicredi é a única instituição financeira do município”, conta.

O Sicredi é parceiro do Projeto Soja Brasil.


Fonte: Canal Rural


Notícias Relacionadas:



Publicidade