Ministério da Agricultura cria grupo de trabalho para discutir oferta de insumos

Publicado em: 30 novembro - 2021

Leia todas


Depois de pôr em marcha a “diplomacia dos insumos”, com a realização de reuniões na Rússia para garantir o abastecimento de fertilizantes agrícolas no Brasil em 2022, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, estabeleceu um grupo de trabalho para discutir a possibilidade de falta de insumos no campo.

Formado por lideranças do setor privado, o grupo ajudará a levantar informações sobre a oferta de fertilizantes e defensivos.

A ministra participou nesta segunda-feira de reunião da Câmara Temática de Insumos Agropecuários do Ministério da Agricultura e comunicou as providências da Pasta para que não faltem insumos agrícolas nas próximas safras.

A oferta de fertilizantes e defensivos para a safra de verão já está garantida, mas ainda é necessário levantar informações precisas sobre a safra de inverno e o plantio de 2022/23.

O grupo de trabalho, organizado no âmbito da Câmara Temática de Insumos Agropecuários, deve construir cenários e propostas de ações para mitigar a eventual escassez de matéria-prima na agricultura.

A ministra deverá ir ao Canadá em dezembro para conversar com governantes e empresários do setor de fertilizantes, como fez em Moscou recentemente. Também há uma preocupação com a disponibilidade de materiais para a indústria de máquinas agrícolas.

Plano

O governo pretende anunciar ainda neste ano o Plano Nacional de Fertilizantes, que prevê incentivos para a ampliação da produção nacional de adubos.

O lançamento do plano, já desenhado pelos técnicos da Esplanada e da Presidência da República, depende do sinal verde da Casa Civil. O Brasil importa 85% dos produtos que consome nessa área.


Fonte: Valor


Notícias Relacionadas:



Publicidade