Parceria une UFSC, Faesc e Senar

Publicado em: 15 julho - 2016

Leia todas


parcefihi

 

A parceria institucional entre Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC) e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), estruturada em março deste ano já rendeu frutos: o treinamento de processamento de conservas, desenvolvido na semana de 10 de julho, na Usina de Alimentos no Centro de Ciências Agrárias (CCA) da UFSC no bairro Itacorubi, em Florianópolis. A qualificação teve como objetivo proporcionar o nivelamento técnico da produção de conservas para 12 participantes.

“A intenção é aproximar a universidade do setor produtivo, em especial da agricultura e pecuária. Diante disso, a UFSC está de portas abertas para contribuir, dentro de suas condições tanto com a Faesc quanto com o Senar/SC”, salienta o pró-reitor em assuntos estudantis, Pedro Luiz Manique Barreto, ao definir que a missão da universidade, “além do ensino pesquisa e extensão, é ir ao encontro das pessoas, suas entidades de classes e demais organizações como parceira na construção de cidadãos mais comprometidos com o País”.

“O Senar/SC vai até as famílias que estão no campo, com a intenção de ampliar seus conhecimentos para impulsionar a produtividade com preservação ambiental, melhorar a renda e a qualidade de vida no campo e nós da UFSC queremos ser partícipes deste processo. Atuar para que a missão da Faesc e do Senar/sc possa ter o maior êxito possível”, destaca Luis Carlos Cancellier de Olivo, reitor da universidade.
O presidente da Federação, José Zeferino Pedrozo, considera que o processo produtivo agrário tem exigido cada vez mais capacitação e é justamente isso que o Senar/SC leva ao campo: a qualificação dos empreendedores rurais. “Assim como a UFSC oferece a formação profissional, o Senar/SC capacita o homem do campo, e aliar esse ciclo em uma parceria, gerará bons frutos para o agronegócio”.

“Temos uma estrutura física e humana de excelência, assim como o Senar/SC e a Faesc. Se pudermos somar nossas qualidades em favor do homem do campo, da agricultura familiar, do emprego e da renda, os benefícios virão com naturalidade”, finaliza Barreto.



Publicidade