Sistema reduz erros na estocagem do café em cooperativa mineira

Publicado em: 05 julho - 2016

Leia todas


cafe_02

 

O Departamento de Tecnologia da Cooperativa dos Cafeicultores de Paraguaçu (MG), depois de desenvolver um chip que aumenta o controle e diminui a chance de erro na estocagem e no rastreamento do café, investiu em um aplicativo de celular que permite o acesso às informações em tempo real também pelos produtores.

Com isso, os cooperados obtém, remotamente, informações como lote de café, bebida, tipo de café, qualidade do café que entregaram à cooperativa, ampliando a transparência e facilitando o controle por parte dos produtores e da própria cooperativa.

Com capacidade para armazenar até 4 mil bags de café por vez, a cooperativa, segundo seu presidente, Nilson Andrade, tinha dificuldade em controlar “tanto café que chega e sai o tempo todo. Com esse sistema automático de rastreabilidade, implantado há cerca de dois anos, toda carga de café que chega no armazém recebe um cartão com um chip, onde são gravadas as informações de procedência, peso, lote e até o local onde o bag será armazenado.

Tudo é transmitido por radiofrequência para o computador das empilhadeiras, que, por exemplo, só conseguem fazer a alteração de lugar mediante autorização”, comenta, informando que, em isso não ocorrendo, os sensores instalados no chão travam a máquina de imediato.



Publicidade