Unium completa três anos com crescimento expressivo

Publicado em: 25 novembro - 2020

Leia todas


A união que faz a força e traz resultados consistentes. Com a ideia de ganhar escala, mercado e continuar crescendo, as cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal decidiram, há três anos, adotar o modelo inovador de intercooperação, que deu origem ao grupo Unium, materializado pelo Moinho Herança Holandesa, em Ponta Grossa (PR), para produção de farinhas especiais que atendem linhas industriais do mercado B2B – ou produção para outras marcas – o que garante um crescimento anual de 20%, em média, se considerado o conjunto das companhias.

De modo geral, a solução integradora serve para melhorar os métodos de criação e produção, assim como a qualidade dos produtos, turbinando a economia regional. Segundo o coordenador de negócios da Herança Holandesa, Cleonir Vitório Ongarato, a unidade produz farinhas premium, tradicional e integral, sem contar a linha especial, de farinhas para pizza, pastel. Para ampliar mercado, também foi criada a farinha Precisa, segunda marca da empresa, com preço final reduzido ao consumidor.

Empregando hoje 100 colaboradores (que atuam de forma direta e indireta), o moinho processa diariamente 450 toneladas de trigo, matéria-prima fornecida pelos cooperados da região. A partir de 2017, o projeto contou com expressivos investimentos em tecnologia, que permitiram a ampliação de seu mix de mercado e o início da produção de farinhas para uso doméstico. Desde o começo de 2019, o produto tem sido distribuído nas gôndolas dos supermercados da região dos Campos Gerais. 

Sucesso absoluto – Com resultados expressivos, a unidade da Unium é um sucesso absoluto de produção, pois processa 3,4 milhões de litros de leite por dia. Anualizada, a produção suína atinge a marca de 113 mil toneladas, enquanto o trigo chega a 129 mil toneladas – dados de 2019. A expectativa da empresa é de que esses números sejam superados este ano, apesar do ‘tombo’ econômico provocado pela pandemia.  A performance positiva, porém, decorre de investimentos expressivos em equipamentos e sistemas de produção, como também capacitação de pessoal e adoção de mecanismos de controle de propagação da Covid-19.

Resultante de projetos em parceria das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal,  o grupo Unium possui três marcas de lácteos: Naturalle – com produtos livres de aditivos -, Colônia Holandesa e Colaso. No setor de grãos, há a marca Herança Holandesa – farinha de trigo produzida em uma unidade totalmente adequada à ISO 22000, com elevados padrões de exigência. Paralelamente, a Unium contempla negócios com a Alegra, indústria de alimentos derivados da carne suína, e a Energik, usina que produz energia sustentável.

Desafiador em todos os sentidos, mas com muito trabalho e cooperação. Assim definiu 2020 Cracios Clinton Consul, Gerente de Marketing da Unium, para acrescentar, em contrapartida, é um ano que marca a preparação para novos recordes e para ‘seguir crescendo’. “É uma mostra da força desse modelo de negócio novo, mas que tem em seu DNA a mesma força do cooperativismo. Um setor que tem papel preponderante na economia brasileira”, arremata.

‘De dentro para fora’ – Ongarato acrescenta que a intenção da cooperativa é de conquistar o mercado de ‘dentro para fora’: “Primeiro, temos que ser bons em casa para depois ir avançando, à medida que comprovamos a qualidade do nosso produto e conquistamos a confiança do produtor e dos clientes”, receita.

Modelo baseado na união de empresas que mantêm suas identidades organizacionais e jurídicas, lideradas por aquela que possui estrutura ou expertise mais desenvolvida, o modelo de intercooperação visa otimizar as plantas industriais das cooperativas, evitando a duplicação de investimentos ou concorrência desnecessária entre elas. Sem contar a parte operacional, sob responsabilidade da empresa-líder, as demais decisões são tomadas em comum acordo entre as três cooperativas, por meio de comitês gestores.


Marcello Sigwalt – Redação MundoCoop


Notícias Relacionadas



Publicidade