Cidadania financeira para um futuro melhor – Moacir Krambeck é Presidente da Confebras e presidente do Conselho de Administração da Central Ailos

Publicado em: 21 outubro - 2021

Leia todas


Estamos prestes a celebrar uma data muito importante – o Dia Internacional das Cooperativas de Crédito (DICC). Todos os anos, desde 1948, a terceira quinta-feira do mês de outubro é escolhida para marcar a força desse movimento mundial, que elevou sociedades inteiras a patamares mais justos na gestão e planejamento das finanças, bem como no desenvolvimento socioeconômico. A data foi instituída pelo Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (WOCCU), que tem sede nos Estados Unidos, e conta com mais de 375 milhões de membros, associados a mais de 86 mil cooperativas financeiras, presentes em 118 países em todo o mundo e voltadas ao bem-estar dos seus cooperados.

Neste ano, o tema do DICC, comemorado no próximo dia 21 de outubro, não poderia ser mais pertinente: “Construindo saúde financeira para um futuro melhor”. A visão traduz a determinação do Cooperativismo Financeiro global como aliado das comunidades, seja na oferta de financiamentos e operações de crédito a condições vantajosas, seja na promoção de iniciativas e programas de conscientização cidadã, especialmente em momentos de crise. A educação financeira ganha fundamental importância nesse contexto, não só por amenizar as consequências da desaceleração econômica em todo mundo, mas também para desenvolver crianças, jovens e adultos em direção ao equilíbrio orçamentário. Afinal, nunca é demais lembrar que o Cooperativismo Financeiro nasceu na Europa do século XIX, em meio à fome e ao desemprego. O que tivemos nessa pandemia, senão os mesmos problemas, resguardadas as devidas proporções? 

No Brasil, os últimos dados dão o tom dos problemas gerados pela crise econômica que ainda estamos atravessando. A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), divulgada em agosto pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), revela que o percentual de famílias brasileiras com dívidas atingiu 72,9%.

Por outro lado, a boa notícia é que, paralelamente, o Cooperativismo de Crédito tem conquistado novos espaços junto aos lares brasileiros, especialmente nos últimos meses. Dados apontados pela plataforma BureauCoop, desenvolvida pela Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebras), revelam que o número de associados Pessoa Jurídica cresceu 10,68% no primeiro semestre de 2021, se comparado a igual período do ano passado. A massa de cooperados Pessoa Física obteve uma aceleração ainda maior – um incremento de 39,90% em relação a 2020. 

Com base em informações disponibilizadas pelo Banco Central do Brasil sobre o Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC), a ferramenta interativa da Confebras revela o crescimento incontestável do setor, como demonstra outro dado: o número de postos de atendimento cresceu 10,46% no período citado, na contramão dos bancos comerciais. 

No Cooperativismo, o associado não encontra apenas recursos e taxas competitivas. Tem voz ativa na tomada das decisões da sua instituição, acesso democrático a informações e recebe ainda subsídios para o planejamento financeiro de toda a família. É no tratamento humanizado que ganha apoio, além de ter a oportunidade de acessar os programas de educação financeira, voltados ao uso consciente do dinheiro.  

Cidadania se constrói. Por isso, é importante começar das bases. E um dos grandes desafios é alcançar as novas gerações. Uma iniciativa memorável nesse sentido foi o lançamento do programa “Aprender Valor”, pelo Banco Central do Brasil. Em caráter experimental desde 2020, a iniciativa entra em fase de expansão nacional neste ano.

A proposta é levar às escolas municipais, estaduais e federais do Ensino Fundamental conteúdos relacionados ao planejamento, poupança e crédito, os pilares do programa.

Educação e cidadania financeira destacam-se como bases do desenvolvimento econômico e da justiça social no Brasil. Por isso, a Confebras, como entidade suprassistêmica do setor, vai celebrar o DICC com uma ampla e aberta programação que terá seu ponto alto neste dia 21 de outubro, fortalecendo assim os elos dessa rede do bem.

Vamos celebrar! Somos um movimento global impactado com o poder transformador do Cooperativismo de Crédito, que é alicerçado e impulsionado pelos princípios cooperativistas universais. O tema do DICC deste ano, potencializa, em especial, a força do quinto e do sétimo princípios: formação, informação e educação e a preocupação com a comunidade. A educação é a pedra basilar de sustentação e temos muito orgulho de fazer parte desse ideário, que valoriza as pessoas e contribui para que cooperados e comunidades usem o dinheiro de forma consciente. Estamos falando de um movimento alegre, inclusivo, que gera prosperidade e desenvolvimento social, condições fundamentais para eternizar a sociedade justa e equânime que tanto queremos.  


*Por Moacir Krambeck, Presidente da Confebras e presidente do Conselho de Administração da Central Ailos



Publicidade