Cuidar de cada um para despertar a prosperidade de todos – José Luiz Tejon é palestrante especialista em agronegócio e membro editorial da Revista MundoCoop

Publicado em: 05 outubro - 2021

Leia todas


Aurora Coop. Quando não esquecemos o nosso sobrenome, conquistamos muito mais dignidade para o nosso nome. Aurora deu um show de valor a si mesma e a todo movimento cooperativista do país. Resgatou o seu legítimo sobrenome COOP, integrando-o à sua marca institucional. 100 mil famílias de cooperados e empregados, competindo no planeta inteiro. Genial assumir “agora somos Aurora Coop”. “Uma nova marca que valoriza ainda mais a nossa essência”, assim se manifesta a Cooperativa Central Aurora Alimentos.

Fico imaginando se todas as cooperativas do país incorporassem nas suas marcas o sobrenome “coop”. Este nome, além de ser compreendido no país, é da mesma forma o nome internacional de todas as cooperativas. E se juntas todas elas explicassem para a sociedade brasileira os valores e as essências do sagrado movimento que tem a maior de todas as capilaridades para construir dignidade em bilhões de seres humanos – a cooperação sob a filosofia do cooperativismo.

Márcio Lopes , Presidente da OCB , levantou o sentido e propósito superior das cooperativas de criar e desenvolver a prosperidade , não para alguns, mas para todos. E prosperidade significa a governança da esperança.

Numa era de desconfiança, de polarizações e de ataques de uns contra os outros, nada poderia falar mais alto e com autoridade que calasse tão profundo quando a brilhante palavra: “cuidar de cada um para despertar a prosperidade de todos”.

Prosperidade para todos exige a liderança da confiança. E cabe a legítimos líderes cumprirem a mais difícil e nobre de todas as missões: lutar para não deixar nenhum de seus liderados para trás. A mensagem do cooperativismo deve servir de inspiração para toda e qualquer liderança das sociedades mundiais. Sem dúvida nos serve muito a todos os brasileiros doravante.

A intercooperação planetária do cooperativismo na minha forma de ver será a formula para extirpar a fome, a miséria e o subdesenvolvimento da humanidade. O capitalismo consciente exige cooperação, e a cooperação tem leis, regras , gestão, valores e governança exemplares nas cooperativas. Lugar rico tem cooperativa, lugar pobre não tem.

O mundo coop, o coop reunindo todas as cooperativas significam simplesmente a maior indústria do Brasil e a maior do mundo. Se quisermos crescer o PIB brasileiro para níveis justos, dobrando de tamanho em 10 anos, precisaremos das cooperativas onde já estão, crescendo mais ainda e onde ainda não estão realizando o que já realizam exemplarmente onde estão. IDH e prosperidade superiores, para todos.

E ao lado das cooperativas cresce o comércio, indústrias e serviços. Cooperativas criam riquezas para toda a sociedade onde estão, não apenas para seus cooperados. É sociedade civil organizada tomando nas próprias mãos as rédeas do seu destino: amor, labor, ética e estética.

Agora eu também sou coop aqui no mundo coop.


*José Luiz Tejon é palestrante especialista em agronegócio e membro editorial da Revista MundoCoop



Publicidade