No lockdown o comércio de tecnologia também é essencial: vamos superar – José Luiz Tejon é palestrante especialista em agronegócio e membro editorial da Revista MundoCoop

Publicado em: 23 março - 2021

Leia todas


Agro envolve um sistema onde a ciência e a tecnologia definem a produtividade, a qualidade e a rentabilidade da originação.

A “ ACAVASF “ – Associação do Comércio Agropecuario do Vale do São Francisco iniciou uma campanha de informação para a sociedade do norte da Bahia e Petrolina , enfatizando que “ o manejo correto da terra e os insumos necessários para produzir alimentos garantem a boa safra“. Líderes da região endossam essa afirmação: “No Vale de São Francisco o maior pólo de irrigação do país, produzindo frutas para o Brasil e o mundo, o agro não pode parar”, assim ressalta nos anúncios da entidade a palavra de Guilherme Coelho, Presidente da Abrafrutas – Associação Brasileira dos Exportadores de Frutas e Derivados. Da mesma forma Jailson Lira de Paiva, Presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Petrolina e diretor da Coopexvale, cooperativa de produtores e exportadores do Vale do São Francisco, reafirma a importância do setor de distribuição, revenda e lojas agrícolas.

Esse movimento de conscientização importantíssimo no norte da Bahia é válido para todo o estado. E todo o país.

Os insumos, a assistência técnica da mecanização, a digitalização e os controles estão hoje umbilicalmente conectados ao solo, às plantas, animais, ao meio ambiente e a um fluxo que precisa ser ininterrupto das fazendas para a distribuição, processamento, e todo varejo brasileiro e mundial.

Assim como supermercados são essenciais, a agroindústria, o transporte, a atividade dos produtores no campo, e os funcionários dos fabricantes de fertilizantes, bioinsumos, químicos, medicamentos e vacinas, igualmente o comércio e os serviços das lojas agrícolas significam hoje muito mais do que transações de produtos. As revendas agropecuárias são legítimas casas de difusão de conhecimento, e seus técnicos são importantíssimos no apoio e suporte de uma agricultura, a qual, sabemos ser essencial e não para, porque a natureza não para.

A ‘ACAVASF “, do norte da Bahia e Petrolina fez uma justa e correta interpretação do essencial. Assim como as flores e plantas também são essenciais, significando um importante alimento da mente.

Saúde para todos é nosso mais forte desejo neste momento brasileiro e mundial . Vamos superar.


Fonte: A Tarde

*Por José Luiz Tejon é palestrante especialista em agronegócio e membro editorial da Revista MundoCoop.



Publicidade