Vocação natural para a intercooperação – Dilvo Grolli é Diretor-presidente da Coopavel e Credicoopavel

Publicado em: 27 julho - 2021

Leia todas


As oportunidades de crescimento em uma organização invariavelmente são geradas pela habilidade, pela competência dos gestores na tomada de decisões, mas, sobretudo, no cumprimento da missão e dos princípios que norteiam o negócio. 

A intercooperação, como um dos princípios do cooperativismo, desde sempre, tem sido uma alavanca de crescimento nas estruturas existentes na Coopavel e na Credicoopavel. Esta vocação é histórica e tem possibilitado integrar os associados da Coopavel no fortalecimento da Credicoopavel, com o propósito de crescimento das duas cooperativas. 

Todos os gestores e colaboradores da Coopavel e da Credicoopavel são estimulados a manterem a intercooperação. Isso significa desenvolver uma cultura de integração dentro das cooperativas, respeitando as características de cada uma, com visão estratégica de parcerias conjuntas, que viabilizem projetos e otimizem resultados. 

Mas é preciso que as equipes das duas cooperativas, com responsabilidade e discernimento, entendam a verdadeira intercooperação e transformem este ideal em um empreendimento vitorioso. Que, sem divergências, livres para atuar e de mãos dadas no mesmo caminho engajem todos os associados num projeto comum. 

Não precisamos substituir líderes para essa intercooperação. Temos um grupo coeso e um ambiente em que a harmonia prevalece. Todos sabem que as grandes caminhadas começam com um bom plano estratégico e de longo prazo. Que as soluções demandam de ações conjuntas e firmes, pois não se trata de um negócio unicamente da Coopavel ou da Credicoopavel e sim, de ambas, visando o fortalecimento mútuo. Para tanto, precisamos do compromisso profissional de todos, confiando no potencial humano existente e no empreendimento que nos integra. 

A Coopavel e a Credicoopavel têm a mesma origem. Tais empreendimentos fazem parte da vocação natural das cooperativas, alimentados pela intercooperação – princípio basilar do cooperativismo. 

É tempo de somar! O resultado somado é muito mais que um negócio, é a promoção de uma nova cultura que acelera o crescimento e torna as cooperativas mais ágeis. Somos mais de 15 mil pessoas entre associados e colaboradores da Coopavel que poderão ser integrados aos negócios da Credicoopavel. Somos um universo e dele há de nascer uma bela história de integração intercooperativa. 

Crescer é maravilhoso. Empresários lendários como Henry Ford e Bill Gates são exemplos dos que acreditaram em oportunidades de mercado e reinventaram seus negócios. Mas nem sempre é preciso começar do zero. No caso da intercooperação da Coopavel e da Credicoopavel, basta seguir o caminho já existente, mas com determinação, colocando como foco o sucesso das duas cooperativas. 


*Dilvo Grolli é Diretor-presidente da Coopavel e Credicoopavel



Publicidade