Central Nacional Unimed: uma das melhores para começar a carreira

Publicado em: 12 maio - 2015

Leia todas


Pela quarta vez a Central Nacional Unimed está no guia “Melhores Empresas para Começar a Carreira”. No levantamento, são selecionadas as 35 empresas com maiores notas no Índice de Felicidade do Jovem (IFJ) – considerados os profissionais ou estagiários com idades entre 18 e 26 anos. Operadora nacional dos planos de saúde empresariais da marca Unimed, a CNU é a quinta maior operadora do Brasil, tendo faturado $ 3,3 bilhões em 2014, volume 39% superior ao de 2013, originado por 1,7 milhão de clientes, distribuídos nas cinco regiões do País.

Na Central Nacional Unimed, muitas das relações de trabalho começam em programas de jovens aprendizes. Além disso, os líderes são orientados a estabelecer uma relação de proximidade com os funcionários jovens, para que se sintam acolhidos. O Programa Jovem CNU, criado em 2013, por exemplo, promove encontros entre os profissionais e a área de RH, para que falem sobre suas expectativas de crescimento, aprendizado, fatores motivacionais no desenvolvimento de suas atividades, engajamento, clima do ambiente de trabalho e sugestões de melhoria. A partir desses encontros, são elaborados planos de ação em que os próprios jovens são responsáveis por priorizar as sugestões, considerando um equilíbrio entre suas expectativas e o cenário favorável da empresa.

Critérios de seleção

O guia “As Melhores Empresas para Começar a Carreira” é um projeto da Revista VOCÊ S/A, em parceria com a Cia. de Talentos (consultoria brasileira especializada em jovens profissionais), e a Fundação Instituto de Administração (FIA). Lançado em 2011, é a única pesquisa de clima organizacional do mundo voltada exclusivamente ao público jovem.

Participam empresas que atuem no mercado brasileiro há cinco anos ou mais, com no mínimo 200 empregados no momento da inscrição. Devem ter, pelo menos, 70 jovens funcionários nascidos entre 1988 e 1996. A composição entre três indicadores dá o resultado. São eles: Índice de Satisfação do Jovem com a Empresa (ISJE), com peso de 70% na composição da nota final; Índice de Qualidade de Gestão da Empresa (IQGE), que mede a qualidade, a consistência e a abrangência das práticas de gestão de pessoas da empresa, avaliadas pelas informações contidas no questionário e pela visita dos jornalistas (no caso das pré-classificadas) e tem peso de 15%; e a Nota do jornalista ou avaliação dos jornalistas da VOCÊ S/A após a visita às empresas pré-classificadas, que vale 15% da nota final.

Primeiro-Emprego



Publicidade