Agenda BC#: relatório destaca preocupação com a agenda sustentável do Banco Central

Publicado em: 15 setembro - 2021

Leia todas


O Banco Central realizou na manhã desta quarta-feira (15/09) a divulgação de seu primeiro Relatório de Riscos e Oportunidades Sociais, Ambientais e Climáticas. O documento é parte integrante da Agenda BC#, que reúne ações do Banco Central com foco em sustentabilidade. 

Com o objetivo de reafirmar o compromisso do Banco Central com a agenda de sustentabilidade, o relatório está alinhado com as Consultas Públicas 82, 85 e 86, que discorrem sobre a importância da sustentabilidade no âmbito financeiro. 

Dentre os principais destaques do relatório, está a intensificação dos trabalhos de acompanhamento e rastreio de riscos sociais, ambientais e climáticos, que cada qual possuem suas normas e diretrizes. Além disso, os normativos divulgados trazem a elaboração da Política de Responsabilidade Social, Ambiental e Climática (PRSAC) pelas instituições do Sistema Financeiro Nacional (SFN). Tal política ainda regulamenta a forma de divulgação de informações sobre riscos e oportunidades sociais, ambientais e climáticas. 

Alinhamento Internacional 

Um dos pontos ressaltados durante o evento de divulgação é o alinhamento com iniciativas internacionais. As iniciativas tomadas pelo Banco Central vão de encontro com as tendências do mercado mundial, que tem buscado destacar o tema sustentabilidade entre as suas operações. 

Desta forma, as normas divulgadas demarcam a postura do BC, que vai acompanhar as operações e seu impacto social, ambiental e climático, como por exemplo, o destino do crédito rural oferecido por instituições cooperativas ou não. A ideia é, a partir de agora, analisar o destino dos recursos e assim, identificar e minar impactos negativos no meio ambiente e nas comunidades. 

Normas 

O relatório de Relatório de Riscos e Oportunidades Sociais, Ambientais e Climáticas reúne diversas normas e alinhamentos voltados para o tema sustentabilidade. Confira abaixo alguma delas: 

Resolução CMN nº 4.943, que altera a Resolução nº 4.557, de 23 de fevereiro de 2017, e aprimora as regras de gerenciamento do risco social, do risco ambiental e do risco climático aplicáveis às instituições do SFN enquadradas no Segmento 1 (S1), no Segmento 2 (S2), no Segmento 3 (S3) e no Segmento 4 (S4), nos termos da regulamentação em vigor.  

Resolução CMN nº 4.944, que altera a Resolução nº 4.606, de 19 de outubro de 2017, e aprimora as regras de gerenciamento do risco social, do risco ambiental e do risco climático aplicáveis às instituições do SFN enquadradas no Segmento 5 (S5). 

Resolução CMN nº 4.945, que estabelece novas regras sobre a Política de Responsabilidade Social, Ambiental e Climática (PRSAC) e sobre as ações para sua efetiva implementação pelas instituições do SFN.  

Resolução BCB nº 139, que estabelece requisitos para divulgação do Relatório de Riscos e Oportunidades Sociais, Ambientais e Climáticas (GRSAC) pelas instituições do SFN enquadradas no S1, no S2, no S3 e no S4, relativamente a informações sobre o tema.  

Resolução BCB nº 140, que dispõe sobre a criação a Seção 9 – Impedimentos Sociais, Ambientais e Climáticos, no Capítulo 2 (Condições Básicas) no Manual de Crédito Rural (MCR). 

Confira o evento de divulgação na íntegra, através do canal do BC no YouTube, clicando no link. 


Por Redação MundoCoop 


Notícias Relacionadas:



Publicidade