Conheça as vantagens do crédito para energia solar

Publicado em: 19 maio - 2021

Leia todas


Não é à toa que a implementação da energia solar vem crescendo cada vez mais no campo e na cidade. A solução possui tecnologia de ponta, permite economia significativa na fatura de luz e contribui com a sustentabilidade do planeta. Além disso, os sistemas fotovoltaicos ocupam pouco espaço, têm longa vida útil, baixos custos de manutenção e o investimento é pago com a própria economia na fatura.

Para se ter uma ideia do crescimento do setor, somente no ano passado, o Sicredi liberou mais de R$ 67 milhões em financiamentos para novas unidades de geração fotovoltaica em Santa Catarina – 75% a mais que no ano anterior.

A Sicredi Região da Produção RS/SC/MG estimula o desenvolvimento sustentável e disponibiliza produtos e serviços que contribuem para simplificar a vida financeira e melhorar a qualidade de vida dos associados e da sociedade. Além de oferecer financiamento para energia solar, a cooperativa proporciona todo o apoio que o associado precisa para implementar a fonte renovável em sua casa, empresa ou propriedade rural.

O gerente de negócios Pessoa Física da Sicredi Região da Produção, Humberto Canova, explica que o crédito para investimento em energia solar é um financiamento que a cooperativa direciona para custeio de até 100% das despesas de implementação desta tecnologia. “O crédito contempla toda a questão estrutural, as placas fotovoltaicas e a mão de obra. Além disso, pode ser feita em até 84 meses com taxa atrativa de 0,35% mais CDI, o que garante viabilidade do projeto à médio e longo prazo, o que dá condição do associado viabilizar o empreendimento e ter um ganho de fluxo de caixa”.

Segundo Canova, é importante destacar que ao realizar esse investimento o associado está deixando de desembolsar o valor no momento da contratação do serviço e o pagamento será diluído em parcelas, que geralmente se equiparam ao custo pago de energia, não onerando o fluxo de recebimento do associado, nem o fluxo de caixa. “Além de investir em energia sustentável, a iniciativa traz sustentabilidade ao bolso do associado e, por se tratar de uma cooperativa de crédito, também há distribuição de resultados, o que dá um plus nesse investimento, tornando ainda mais atrativo”.

Dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) demonstram que a energia solar produzida no País representa 1,7% do total da matriz elétrica nacional. No ranking brasileiro de potência instalada, Santa Catarina ocupa a sétima posição. Em primeiro lugar está Minas Gerais, em segundo lugar São Paulo e em terceiro o Rio Grande do Sul.

A Sicredi Região da Produção conta com 60 mil associados em 25 agências de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Para saber mais sobre o investimento procure a agência mais próxima.


Fonte: MB Comunicação/Assessoria


Notícias Relacionadas:



Publicidade