Cooperativas são a única opção de acesso ao crédito e serviços bancários em 72 municípios gaúchos

Publicado em: 05 janeiro - 2022

Leia todas


A expansão do sistema financeiro e de crédito é fundamental para o desenvolvimento econômico e social dos municípios brasileiros. No Rio Grande do Sul, as instituições financeiras cooperativas atuam como instrumento de inclusão financeira e social, sendo a única opção de acesso ao crédito e serviços bancários em 72 munícipios gaúchos.

As coops estão presentes em municípios mais pobres e isolados, com prevalência de população rural, onde nenhuma outra instituição financeira possui rede de atendimento. De acordo com os dados do Banco Central (data-base novembro de 2021), as cooperativas de Crédito possuem postos de atendimento em 475 municípios do Estado, o que representa mais de 95% do total de cidades.

Mais empregos, renda e desenvolvimento

Os empregos diretos cresceram 9,9% nas cooperativas gaúchas de Crédito em 2020. O desempenho positivo se reflete na expansão de postos de trabalho no ramo, que resultou em 1.074 novos empregos gerados, o que representa 29,16% dos 3.683 empregos novos criados pelas coops gaúchas no último ano.

No acumulado de 2020, as coops de Crédito registraram 11.920 empregos, o que representa um crescimento superior a 20% no período de 2015 a 2020. O resultado impacta diretamente no desempenho do cooperativismo gaúcho, que apresentou incremento de 5,7% nos empregos com carteira assinada no último ano.

Depósitos a prazo crescem 34%

O aumento dos depósitos a prazo no período de 2019 a 2020 demonstra a confiança dos associados no sistema cooperativista e amplia a credibilidade do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC). Em 2020, os depósitos a prazo cresceram 34% e atingiram a marca de R$ 28,5 bilhões nas coops gaúchas.

Crescimento em associados

De acordo com o Panorama do SNCC 2020, divulgado recentemente pelo Banco Central, o percentual da população associada a cooperativas de Crédito aumentou em todas as regiões, alcançando 4,9% no País. Na região Sul, o incremento apresentado foi de 1,4%, atingindo 18,1%. Essa expansão foi impulsionada pelo aumento de associados a coops no Rio Grande do Sul, que em 2020 alcançou 2,1 milhões pessoas associadas, o que representa crescimento de 3,66%.

Indicadores de desempenho

As coops de Crédito registraram em 2020 faturamento superior a R$ 6,8 bilhões e R$ 1,4 bilhão nas sobras apuradas. O patrimônio líquido das cooperativas do ramo cresceu 13,6% e alcançou R$ 10,2 bilhões.  Em relação aos ativos, as cooperativas do setor registraram um acréscimo de 38,8%, atingindo a marca de R$ 69,6 bilhões.

Expressão do Cooperativismo Gaúcho 2021

Quer saber mais sobre o ramo Crédito, o desempenho do setor e os números que confirmam a posição de destaque do cooperativismo no Rio Grande do Sul? Então, acesse a Expressão do Cooperativismo Gaúcho 2021 (ano-base 2020) e tenha em mãos o levantamento completo dos indicadores de desempenho dos ramos do cooperativismo gaúcho.


Fonte: Sistema Ocergs/Sescoop RS


Notícias Relacionadas:



Publicidade