Energia solar: parcerias com agências de fomento facilitam acesso ao crédito para investidores

Publicado em: 26 outubro - 2021

Leia todas


A estratégia do setor é garantir a empresas interessadas o suporte financeiro para os investimentos iniciais

Impulsionado pelo volume cada vez maior de empresas que investem na produção de energia gerada por sistemas fotovoltaicos, o mercado catarinense – que vive momento de franca expansão – deve ampliar ainda mais o seu potencial de crescimento. Isso porque empresas do setor de energia estão firmando parcerias com instituições financeiras para disponibilizar linhas de crédito destinadas à aquisição dos equipamentos. A ideia é facilitar o acesso para empresários que, embora interessados em investir, veem o desembolso inicial como um obstáculo.

O gerente da área de energia solar da Quantum Engenharia, Dilsonei Rigotti, explica que o investimento inicial para gerar energia a partir do sol tem retorno garantido e relativamente rápido, mas não é baixo. “O investimento inicial é, na verdade, uma antecipação de despesas com custos de energia. Entretanto, o equipamento instalado é quem gera a economia, além de se tornar um ativo da empresa”, afirma Rigotti.

Por isso, a empresa com forte presença no setor mantém parcerias estratégicas com Unicred, Sicredi, Sicoob, Santander e Civia. “Percebemos que uma parcela significativa de empresários interessados em produzir energia fotovoltaica acabam declinando por conta do primeiro investimento. A parceria com o mercado financeiro é uma maneira de oportunizar o acesso a esses potenciais produtores”, destaca. Segundo Rigotti, os recursos iniciais aplicados em infraestrutura se pagam em aproximadamente cinco anos, a partir da redução de custos com a conta de luz. Ainda que a economia mensal nos primeiros anos não cubra as parcelas do financiamento, chega perto o bastante para se mostrar viável. Além disso, as placas solares têm durabilidade de até 25 anos e baixa demanda por manutenção, garantindo um longo período de geração de energia elétrica. Sem contar o forte apelo ambiental que representa a produção de energia limpa e renovável.

A versatilidade dos projetos fotovoltaicos também é um dos grandes atrativos para novos investidores, já que podem ser empregados em pequenos, médios e grandes negócios. A instalação das placas solares pode ser feita sobre telhados, no solo e até mesmo sobre a água.


Fonte: Estrutura/Comunicação


Notícias Relacionadas:



Publicidade