Instituição financeira cooperativa passa a operar Pronampe de forma permanente

Publicado em: 15 julho - 2021

Leia todas


Instituição financeira cooperativa concedeu mais R$ 2 bilhões por meio da linha nas fases anteriores.

O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 5 milhões de associados e presença 24 estados e Distrito Federal, já está realizando operações de crédito na nova fase do Programa Nacional de Apoio à Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), que agora passa a ser permanente. São inicialmente R$ 1,4 bilhão disponíveis na instituição, mas que podem atingir o teto de R$ 9,1 bilhões de acordo com a divisão de recursos com outras instituições financeiras participantes.

O Pronampe continua sendo destinado às micro e pequenas empresas, com limite de faturamento anual de R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões, respectivamente. O crédito é limitado a 30% da receita bruta anual das empresas com mais de um ano de existência e até 50% do capital social ou 30% da média de faturamento mensal de novas empresas (será considerado o maior valor entre os dois) para novas empresas. Na prática, o limite máximo fica em R$ 108 mil para microempresas e R$ 150 mil para empreendimentos de pequeno porte. Eventuais valores contratados nas fases anteriores do programa influenciam no teto de empréstimo. As condições do financiamento são de juros igual a Selic + até 6% ao ano, com prazo de 48 meses, já incluindo a carência de até 11 meses para o pagamento da primeira parcela.

Os créditos obtidos via Pronampe pelos associados do Sicredi podem ser utilizados para capital de giro. Isso permite, por exemplo, a aquisição de máquinas e equipamentos, a realização de reformas e pagamentos de despesas operacionais, como salário dos funcionários, contas de água, luz e aluguel, compra de matérias primas e mercadorias, entre outras finalidades. Nas fases anteriores do Pronampe, o Sicredi realizou mais de 40 mil operações, totalizando R$ 2 bilhões em crédito.


Fonte: Portal do Cooperativismo de Crédito


Notícias Relacionadas:



Publicidade