Regulação, Crescimento e Sustentabilidade: tema de curso para cooperativas baianas

Publicado em: 22 novembro - 2016

Leia todas


curso

 

Realizado através da parceria do Sistema OCEB com a Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB e Confederação Alemã das Cooperativas – DGRV, e com a participação do Banco Central do Brasil, curso  sobre Regulação, Crescimento e Sustentabilidade reuniu 25 conselheiros, diretores e colaboradores das cooperativas de crédito baianas, nos dias 7 e 8 de novembro.
 
O curso faz parte do Projeto OCB/DGRV, que apoia e fomenta o desenvolvimento e fortalecimento do cooperativismo de crédito nas regiões Norte e Nordeste, já tendo sido realizado no Acre, Tocantins, Amazonas, Roraima e na Paraíba. Além dos participantes, também estiveram presentes o diretor de projeto da DGRV no Brasil, Matthias Knoch, e a representante do Banco Central do Brasil, Ormina Ferreira, que ministrou parte do curso junto com o consultor Sílvio Giusti.

Matthias afirma que o tema do curso parte da análise de necessidade de crescimento das cooperativas, em comunhão com perspectivas atuais e futuras do setor. “O curso trará aos líderes e executivos das cooperativas baianas uma exposição de elementos que irão contribuir para que eles estejam plenamente municiados de informações, adotando as melhores práticas e tomando decisões cada vez mais assertivas para a cooperativa e seus cooperados”, pontua Mathias.

Ormina iniciou as atividades da manhã abordando sobre a resolução e as inovações do Banco Central, no que dizem respeito ao cooperativismo de crédito, voltado principalmente para o apoio e desenvolvimento das cooperativas. “É real a necessidade de aprimoramento, concomitante ao crescimento do porte e complexidade das cooperativas, equilibrando a educação profissional e o conhecimento, estando em paralelo com as normas reguladoras”, sinalizou Ormina.

Em seguida, o consultor Sílvio Giusti abriu um debate com os participantes sobre os assuntos abordados. Para Elizabete Queiroz, escriturária da COOPEC, o curso correspondeu às suas expectativas, principalmente dando a oportunidade das cooperativas de ouvir a representante do Banco Central, alinhando as suas ações junto às normas exigidas.

O gerente de desenvolvimento da Unicred, Breno Lessa, afirma que o curso “foi fundamental para o nosso posicionamento no mercado, tanto para expandir as ações da cooperativa, quanto para nos aproximar da regulamentação do banco central”.



Publicidade