Sicoob Unicoob reúne mais de 100 pessoas para discutir Novo Plano Safra

Publicado em: 18 julho - 2017

Leia todas


Os resultados da Safra 2016/2017 e as alterações normativas e operacionais para a Safra 2017/2018 foram tema do 3º Workshop de Crédito Rural do Sicoob Unicoob realizado em 13 de julho, no auditório da ACIM, em Maringá (PR). Voltado para Centrais e Singulares do Sistema, o evento contou com a presença de 100 participantes.

Representando o Bancoob, o gerente de agronegócios Raphael Silva de Santana e o consultor Vinicius Cerqueira, apresentaram os principais pontos e novidades do Plano Safra 2017/2018. Para este ciclo, que iniciou no dia 1º de julho, o Sicoob vai repassar o montante de R$ 10 bilhões em recursos para os produtores rurais associados. Só para os cooperados do Sicoob Unicoob, serão R$ 710 milhões disponíveis. O valor é cerca de 67% maior que o total liberado no ciclo anterior.

Os recursos serão direcionados para operações de custeio, investimento e comercialização, atendendo aos beneficiários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e demais produtores rurais. Os financiamentos também podem ser contratados com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Atualmente, o Sicoob Unicoob possui uma carteira de mais de R$ 665 milhões em crédito rural.

Durante o encontro, também foram apresentados os produtos Unicoob Corretora e da Sancor Seguros disponíveis aos associados e discutidos elementos estratégicos para a atuação das equipes de crédito rural do Sistema Unicoob.

Reconhecimento – As cooperativas que se destacaram na Safra 2016/2017 com os melhores resultados foram premiadas durante o workshop. Receberam troféus os três primeiros colocados nas categorias: Liberações, Evolução de Carteira, Carteira de Repasse, Carteira BNDES, Carteira de RPL, Seguro Rural e Seguro Prestamista.

Também foram premiadas as cooperativas que cumpriram o desafio de liberação de operações de crédito para produtores rurais do Pronaf. Todas as singulares que atingiram a meta, receberam retorno de 1% sobre o valor liberado.

Palestra –  Encerrando o workshop, o analista de negócios da Agrinvest Commodities, Eduardo Vanin, trouxe uma análise do cenário agrícola e fez um balanço da oferta e demanda global de milho e soja. Vanin também falou sobre a dinâmica global das commodities agrícolas, com uma visão de longo prazo para o consumo dos grãos e os possíveis impactos nos preços.

Em sua palestra, o especialista ressaltou que a demanda por commodities continua crescendo e por isso, as expectativas para a Safra 2017/2018 são positivas. “Em termos de lucratividade, o momento é favorável. O produtor deve aproveitar para travar seus custos para a nova safra e vender parte da produção”, disse.



Publicidade