Sicredi: conquista certificação inédita e reafirma-se entre as 150 Melhores Empresas para Você Trabalhar

Publicado em: 11 outubro - 2016

Leia todas


post21

O Sicredi conquistou a certificação LEED Existing Buildings: Operation & Maintenance, nível platinum (LEED EB O&M Platinum). A distinção foi concedida pelo United States Green Building Council (USGBC) para o Centro Administrativo Sicredi (CAS), em Porto Alegre (RS) e se constitui reconhecimento inédito no País e o quarto na América Latina, representa o mais alto prêmio concedido a edifícios que demonstrem excelência na adoção de práticas sustentáveis e eficientes na gestão. Com a conquista, o Sicredi ultrapassa a marca alcançada pelos demais 27 edifícios que já haviam obtido algum nível de certificação (prata ou ouro) no Brasil.

Além disso, pelo sexto ano consecutivo, o Sicredi está entre as “Melhores Empresas para Você Trabalhar”. Neste ano, a instituição financeira cooperativa obteve 78 pontos no Índice de Felicidade no Trabalho (IFT). O guia é elaborado pela revista Você S/A em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) e avalia o ambiente de trabalho e as melhores práticas de gestão de pessoas em empresas divididas em 24 setores da economia.

Certificação – “Acreditamos no projeto de certificação não só por estar alinhado às práticas de sustentabilidade do Sicredi, mas também por ampliar a eficiência da estrutura, com efeitos positivos sobre consumo de fatores como energia elétrica e água, além de contribuir para a estabilidade da operação. Assim, agregamos valor aos associados do Sicredi”, comenta o diretor de Administração e Finanças do Banco Cooperativo Sicredi, João Tavares.
“Desde 2014, quando iniciamos a busca pela certificação, o Sicredi não poupou esforços para alcançar a meta. O resultado vem da dedicação de toda a equipe de colaboradores e dos parceiros envolvidos no projeto”, afirma o engenheiro da Administradora de Bens Sicredi, Dino Soccol. “Essa conquista do Sicredi é icônica para o País, não apenas por ser o primeiro LEED EB O&M Platinum do Brasil, mas por despontar como caso de sucesso de edificações existentes com foco em eficiência operacional, redução do uso de recursos naturais e melhoria da qualidade de vida e bem-estar dos ocupantes”, salienta Soccol.

Para adequar o Centro Administrativo Sicredi ao padrão exigido, a instituição financeira cooperativa contou com a OTEC, consultoria especializada no tema desempenho do ambiente construído. “O Sicredi é um exemplo de dedicação e cuidado com seus ativos e a certificação LEED EB O&M Platinum é reflexo das boas práticas adotadas na gestão predial do Sicredi”, analisa o diretor de Desenvolvimento da OTEC, David Douek.

“Projetos como este colaboram para elevar o otimismo do mercado de green building councils, demonstrando de forma prática a importância da eficiência energética em edificações existentes para o cumprimento das metas assumidas perante a COP 21 de Paris”, afirma Felipe Faria, diretor executivo do Green Building Council Brasil.

Em ação – O processo de certificação LEED EB O&M Platinum envolveu o monitoramento continuo das práticas de gestão de facilidades que incluem: gestão de energia, água, compras, gestão de resíduos, qualidade do ambiente interno, qualidade ambiental externa, mobilidade, conforto ambiental, saúde do usuário e limpeza sustentável.

Além de atender a pré-requisitos obrigatórios, como eficiência energética e eficiência hídrica mínima, e de demonstrar observância a condições obrigatórias de renovação de ar, também é necessário somar pontos obtidos em função de atendimentos aos chamados critérios não mandatórios. Para obter a certificação Platinum, é necessário obter, ao menos, 80 pontos dentro de uma escala de 110. O Sicredi obteve 88 pontos na escala de pontuação, melhor resultado na América Latina na categoria.

Para alcançar o resultado pioneiro, o Sicredi teve que mostrar resultados, tais como:

Eficiência energética 18% superior à meta, que contou com a contribuição de estratégias, tais como instalação de sistema regenerativo de energia nos elevadores, retrofit do sistema de iluminação artificial do estacionamento e automação dos computadores.

Eficiência hídrica próxima a 50%, capaz de garantir a totalidade dos pontos neste quesito, oriunda de estratégias como a utilização de água de reuso e sensor de chuva para irrigação; utilização de água de reuso nos sanitários e nas torres de resfriamento; e adequação dos metais sanitários.

Adoção de linha de produtos de limpeza com o Green Seal, que atende a critérios de toxicidade, compostos orgânicos voláteis e saúde humana, e utilização de equipamentos de limpeza de baixo impacto ambiental e sonoro.

Alta porcentagem de utilização de transporte alternativo, incentivada por meio de estratégias, tais como o programa de incentivo à carona e a implantação de bicicletário com cobertura fotovoltaica.

Adoção de estratégias de redução do efeito “Ilha de calor”, tanto nos pisos quanto nas coberturas.
Implantação de procedimentos de gestão dos sistemas prediais, tais como auditorias de energia e comissionamento contínuo das instalações consumidoras de energia.

Adoção de fontes de energia renovável “off site”.

Paisagismo: predominância de espécies nativas ou adaptadas ao habitat local e utilização de técnicas de baixo impacto

Gestão de resíduos: implantação de central de resíduos e envio de mais de 60% dos materiais para reciclagem ou compostagem de resíduos orgânicos e podas de jardim no próprio empreendimento.
Além disso, diversas estratégias permitiram o envolvimento de toda a equipe de colaboradores do Sicredi. Desde a comunicação objetiva, por meio de sinalização, até ações lúdicas, como o “espaço sensorial” – no qual os ocupantes puderam vivenciar a diferença entre um espaço sustentável –, a cultura empresarial ficou explícita no resultado alcançado, sendo a certificação LEED EB O&M Platinum uma conquista inédita que o Sicredi compartilha com todo o Brasil.

Premiação – Para Carlos Magni, diretor executivo de Gestão de Pessoas da Confederação Sicredi, estar entre as melhores é, além de um reconhecimento importante, reflexo de que o Sicredi valoriza os colaboradores e investe no seu desenvolvimento, estimulando tanto o trabalho em equipe quanto a evolução individual de carreira. “Com eles, desenvolvemos um trabalho humano e que evolui continuamente. Dentro do modelo diferenciado de gestão do cooperativismo, cuja base é a colaboração e consequente participação nas decisões do negócio, cada colaborador é, também, dono do negócio”, aponta Magni.

A nota do colaborador, que aponta o Índice de Qualidade no Ambiente do Trabalho (IQAT) foi 86,3%. O comprometimento organizacional dos colaboradores atingiu 93,4% e o quesito confiança  88,5%. Desenvolvimento obteve 85,8%. Os quesitos participação e satisfação com o trabalho empataram com 85,3%. No Índice de Qualidade na Gestão de Pessoas (IQGP), os destaques foram para os quesitos Gestão das Relações Interpessoais com 92,9%, Gestão Estratégica e Objetivos com 78,4% e Gestão do Conhecimento e Educação Corporativa com 72,6%, entre outros.