Aceleradora vai impulsionar ecossistema de inovação e tecnologia em Maringá

Publicado em: 29 agosto - 2017

Leia todas


Maringá (PR), desde 22 de agosto, tem sua primeira aceleradora de empresas, que atenderá toda a região. Trata-se da Evoa. Autoridades, representantes de empresas e entidades de tecnologia e de instituições de ensino, prestigiaram o evento e puderam conhecer as instalações do espaço que já está sendo preenchido com startups participantes do processo de aceleração.

O projeto, destinado a preparar e fomentar novos negócios, é uma iniciativa do Sicoob em parceria com o Armazém Digital. O objetivo da aceleradora é apoiar e desenvolver empresas com potencial de crescimento exponencial para que possam receber os primeiros investimentos e assim, decolar globalmente.

Ilson Rezende, presidente do Armazém Digital

Durante e evento, o presidente do Armazém Digital, Ilson Rezende, destacou que a valorização de projetos locais por meio da aceleradora vai impulsionar o ecossistema de inovação e empreendedorismo, reforçando o potencial da Cidade Canção como um importante polo de tecnologia da informação: “a nossa intenção é que, até 2030, o ecossistema de Maringá esteja pronto para gerar soluções e empresas globais. A Evoa foi criada para ajudar nessa missão, pois tem como propósito validar ideias que podem se transformar em negócios com potencial para alcançar o mundo todo”.

Rezende ressaltou ainda que, além de oferecer sua estrutura e disponibilizar uma rede de mentores e parceiros durante o processo de aceleração, para capacitar e preparar as startups para o mercado, a Evoa quer colocar os empreendedores em contato com problemas reais. “Queremos que as empresas tragam seus problemas para serem resolvidos na aceleradora. Temos certeza que daqui sairão boas ideias e nosso foco é que esses desafios sejam resolvidos com soluções escaláveis e repetíveis”.

Luiz Ajita, presidente do Conselho de Administração do Sicoob Metropolitano

Para o presidente do Conselho de Administração do Sicoob Metropolitano, Luiz Ajita, o início das atividades da aceleradora é visto com muita alegria e expectativa de que as novas empresas movimentem e desenvolvam a economia local. “O Sicoob é idealizador do projeto porque tem como principal missão promover o desenvolvimento sustentável das comunidades onde atua. A proposta da Evoa vai ao encontro desse objetivo e fazer parte dessa iniciativa nos permite estar próximos desses empreendedores e dos novos modelos de negócios”.



Publicidade